“Avaliação na educação integral” será tema de debate na internet

O evento contou com a presença de Ocimar Munhoz Alavarse, professor na Faculdade de Educação da USP e com a apresentação da experiência de Santos (SP) que implementou o Programa Escola Total.

 

Aprofundar e trocar experiências sobre aspectos relacionados à avaliação e monitoramento de programas e políticas de educação integral e da aprendizagem das crianças e jovens que frequentam esses programas. Esse foi o intuito do Debate Virtual Avaliação na Educação Integral, que aconteceu nesta quarta-feira (3), às 10 horas.

 

Saiba mais:

 Ocimar Munhoz Alavarse: licenciado em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos-SP (1984) e mestre (2002) e doutor (2007) em Educação pela Universidade de São Paulo, Ocimar é professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (Feusp), onde coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Avaliação Educacional (Gepave), investigando, principalmente, sobre os temas de ciclos, progressão continuada, gestão educacional e avaliação educacional.

 Débora de Lima Marreiro: pedagoga com especialização na área da educação, Débora é coordenadora pedagógica do Programa Escola Total de Santos/SP.

 Programa Escola Total: criado em 2006, o Programa Escola Total prevê a implementação da educação integral no município de Santos (SP). Além da ampliação da jornada escolar, a iniciativa busca oferecer a crianças, adolescentes e jovens atividades e oficinas lúdico-pedagógicas nas áreas de esportes, arte e cultura, minimizando sua exposição a riscos sociais e, consequentemente, melhorando seu rendimento escolar.

 Guia digital

De acordo com o Guia Políticas de Educação Integral: orientações para implementação no município, o acompanhamento e avaliação da política de educação integral são processos que devem focar prioritariamente as aprendizagens das crianças, adolescentes e jovens e a condução do processo pelos profissionais, pelas instituições e pela própria secretaria de educação.

 

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)