Notícias - Vanessa Nicolav - Educação&Participação

Dia Mundial Sem Carro – conheça as oficinas que falam de sustentabilidade e direito à cidade

Desde 1994, em 22 de setembro é celebrado o Dia Mundial Sem Carro, criado durante a Conferência de Cidades Acessíveis, realizada em Toledo, na Espanha. Desde então, várias cidades de todo o mundo promovem durante a semana atividades de conscientização sobre a dependência do veículo no deslocamento urbano e o impacto socioambiental causado pela predominância desse sistema de circulação. Além disso, também são promovidos debates sobre o esgotamento dos bens não renováveis, o consumo consciente e a qualidade de vida nas cidades.

Para que o assunto – tão importante para a formação de cidadãos conscientes de suas práticas individuais e coletivas e de suas consequências para a sociedade – não passar batido, a plataforma Educação&Participação selecionou algumas oficinas que trabalham o tema, para que os educadores possam discutir meio ambiente e direito à cidade de forma dinâmica e participativa em seus espaços educativos.

Confira abaixo a seleção!


c4b01b9e74b8942e3465a17d52569c46afa4219ab149f7db3d688bec266b7e3d6g1- Minha cidade sustentável
Investigação e reflexão sobre projetos de cidades mais funcionais, agregadoras e ecológicas é o tema desta oficina. Voltada a adolescentes e jovens, a proposta é investigar a Plataforma de Cidades Sustentáveis, que apresenta projetos de cidades que se destacam pela qualidade de vida, a fim de ampliar o referencial sobre o tema e desenvolver atitudes sustentáveis e de participação social.

 

c4b01b9e74b8942e3465a17d52569c46afa4219ab149f7db3d688bec266b7e3d6g2 – Dando novos destinos para o que já usamos
Voltada para o público infantil, a formação busca estimular a reflexão sobre o consumo na vida das pessoas e como isso vem causando enormes impactos de ordem ambiental, social e econômica. Dessa forma, as crianças podem adquirir subsídios para fazer críticas, mudar hábitos e, principalmente, construir uma nova mentalidade sobre o consumo, orientadas por valores, relações e práticas mais sustentáveis.

 

3 – Campanha “Adote um lugar”
Estreitar vínculos com o lugar em que se vive e aprender a realizar mutirões para realizar ações que beneficiam a coletividade é o objetivo desta oficina voltada para adolescentes e jovens. A partir de ações que envolvem pesquisa, planejamento e investigação do território, a atividade propõe ao final uma campanha de mobilização para que a comunidade adote um lugar do território para cuidar.

 

c4b01b9e74b8942e3465a17d52569c46afa4219ab149f7db3d688bec266b7e3d6g

4 – Olhares, lugares e percursos
Voltado para o público jovem, a oficina, dividida em dois encontros, busca aprofundar o reconhecimento sobre os espaços urbanos e os sentidos atribuídos a eles. A atividade propõe exercícios de expressão individual e coletiva, buscando a construção de um conhecimento sobre o território em que se vive e/ou circula enquanto espaço social e lugar de práticas culturais variadas.

 

c4b01b9e74b8942e3465a17d52569c46afa4219ab149f7db3d688bec266b7e3d6g

5 – Vamos reconstruir nossa relação com o planeta?
A relação com os animais é o principal tema desta oficina voltada para crianças e adolescentes. Com duração de aproximadamente 1h30, a oficina apresenta atividades que trabalham o planeta Terra como ser vivo e a relação entre os seres que o habitam, propondo a construção de materiais gráficos para ampliar a sensibilização das crianças com o meio ambiente e com os animais no dia a dia.

Tagseducao integral, meio ambiente, oficina

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)