“Quando sonhamos juntos, com outras pessoas, nós alcançamos a educação integral”

Em 2013, Danielle Barbosa teve o primeiro contato com a educação integral. Abraçou a ideia e, com sua mobilização, criou um polo disseminador no município de Aracati (CE). Conheça essa história

img-400x400
Danielle Barbosa: “O município de Aracati e os outros da coordenadoria já realizamos três encontros, sendo dois neste ano. O primeiro deles contou com a participação de crianças dos municípios para que dessem sua opinião sobre o desenho de educação integral que elas querem. No último, reunimos quase 100 professores desses municípios, que tiveram acesso ao Banco de Oficinas – e vimos como ele pode ser uma ferramenta a mais para nossas escolas trabalharem a educação integral com seus alunos”.

“Tudo isso que aconteceu não aconteceu somente através de mim, mas também porque a Secretaria de Educação acreditou, cedeu espaço, buscou os formadores em Fortaleza – e também porque a gestão municipal de Aracati abraçou o projeto. Senão, nada disso teria acontecido.”

A fala é de Danielle Barbosa, coordenadora do Programa Mais Educação no município de Aracati (CE). Encantada com a educação integral e o potencial que ela tem de construir políticas com mais qualidade para o desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens, Danielle se mobilizou e foi atrás de apoio de instituições para fortalecer políticas públicas de educação integral em sua cidade e nos municípios vizinhos.

Graças à atuação combinada de Danielle, das gestões públicas dos municípios da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 10) no Ceará, da Secretaria de Educação do Estado e do interesse dos mais diferentes agentes, incluindo estudantes e organizações da sociedade civil (OSCs), Aracati tem constituído um verdadeiro polo de disseminação regional da educação integral no litoral leste cearense.

Neste ano, já ocorreram dois encontros. No dia 3 de maio, 9 municípios estiveram representados por 26 participantes. No segundo, que ocorreu recentemente, no dia 21 de junho, novamente estiveram presentes 9 municípios, com 23 participantes, em uma formação com os técnicos Maria José Reginato e Paulo Neves no escopo do Programa Políticas de Educação Integral, iniciativa da Fundação Itaú Social com coordenação técnica do Cenpec. No encontro, os participantes tiveram contato com o Banco de Oficinas da plataforma Educação&Participação.

Ao todo, já compareceram representantes dos municípios de Aracati, Alto Santo, Fortim, Icapuí, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Palhano, Quixeré, Russas e São João do Jaguaribe. Quem conta a história de toda a mobilização é a própria Danielle, na entrevista em áudio em cinco blocos.

 

Bloco 1 – O contato com a educação integral

 

Bloco 2 – Desafios e potencialidades do território

 

Bloco 3 – Trabalhando em rede

 

Bloco 4 – Mobilização em favor da educação integral

 

Bloco 5 – Participação social

 

>> Saiba mais sobre as assessorias do Programa Políticas de Educação Integral, clique aqui.

>> Conheça o Guia Políticas de Educação Integral, clique aqui.

>> Acesse o Banco de Oficinas de educação integral, clique aqui.

TagsAcarati, educação integral, políticas de educação integral, políticas públicas

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Bento Pedro Martins Bentinho do Conselho  em 
         Educação&Participação respondeu em