Reportagens - João Marinho - Educação&Participação

Jovens do Rio de Janeiro apresentam projetos que respondem a demandas da comunidade

Feira de Projetos realizada no dia 29 de outubro destaca a sensibilidade de jovens buscando soluções em projetos integrados e no diálogo com instituições, empresas e com as demandas da população nos territórios atendidos pelo Programa Jovens Urbanos no Rio de Janeiro

Sábado, 29 de outubro de 2016. Cerca de 100 pessoas compareceram à sede do Centro Comunitário Irmãos Kennedy (CCIK) – na estrada Sargento Miguel Filho, 371 – para acompanhar a Feira de Projetos Jovens da 2ª edição do Programa Jovens Urbanos no Rio de Janeiro.

Entre familiares, representantes das comunidades dos territórios em que o Jovens Urbanos atuou, educadores, representantes do Cenpec e da Fundação Itaú Social e das organizações da sociedade civil (OSCs) parceiras – Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds), Instituto Bola pra Frente e CCIK –, as estrelas foram os próprios jovens, que puderam apresentar publicamente os resultados de seus 12 projetos, com intervenções que concluem o percurso realizado ao longo do ano na perspectiva da educação integral.

> Saiba como foi o processo desta edição do Jovens Urbanos na entrevista com Sergio Pereira, do Cieds.

A equipe da plataforma Educação&Participação esteve lá, conversou com os jovens e fez registros fotográficos. Entre as propostas, chamaram a atenção a articulação entre diferentes projetos, a sensibilidade com as demandas presentes nos territórios e a presença em redes sociais como Facebook, Instagram e YouTube, que demonstram uma ação em rede, tanto física quanto digital. Ouça os áudios, leia os textos, clique nas imagens para ampliá-las e confira!


Dreammuro

Bruno, Izy e Zamp, participantes do Dreammuro, organizam estande na Feira de Projetos.
Bruno, Izy e Zamp, participantes do Dreammuro, organizam estande na Feira de Projetos.

Eles fizeram parceria para produzirem copos personalizados. Com cada unidade vendida a R$ 7, a ideia é angariar fundos para o selo Noventa90
Eles fizeram parceria para produzirem copos personalizados. Com cada unidade vendida a R$ 7, a ideia é angariar fundos para o selo Noventa90.

Conduzida pelos jovens Bruno (BR), Igor (Izy) e Lucas (Zamp), a ação cultural no Complexo do Muquiço feita por meio do grafite, tema do projeto Dreammuro, contou com o envolvimento de artistas da comunidade e já tem previsão de ser reproduzida no Complexo da Maré.

De quebra, os jovens criaram um selo independente para apoio e divulgação de conteúdos originais produzidos nas favelas, o Noventa90, que tem página no Facebook, perfil no Instagram e canal no YouTube.

Quer saber mais? Confira o que Bruno nos contou.


Cinedebate

Para abordar o problema do racismo e do bullying, a proposta dos jovens Paulo Roberto, Ester da Hora, Larissa Cristina, Thais Souza, Luiz Antonio de Avelar Blanco, Suelen Santos da Silva e Bianca da Silva foi realizar sessões com filmes que abordassem estes temas no Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Oswaldo Aranha, num trabalho ao mesmo tempo de conscientização e entretenimento.


Uma das geladeiras, exposta na Feira de Projetos.

Geladeira Cultural

A partir de um diagnóstico feito porta a porta, a ideia foi incentivar a prática da leitura entre crianças, adolescentes, jovens e adultos por meio de uma proposta curiosa: disponibilizar livros doados em uma geladeira reformada, adquirida em um ferro-velho.

Os leitores podem retirar e devolver livros, fazendo da geladeira parte da comunidade e bem comum nessa iniciativa dos jovens André Braga, Lucas Moacy, Nayara Gomes, Luiz Henrique, Danielle Costa, Rafaela Muquet, Marlon, Caio, Ana Caroline, Rafael Ramos, Daniel Ferreira e Gabriel Morais.

O grupo já tem quatro geladeiras espalhadas em pontos estratégicos, e fez parceria com o Dreammuro, que cuidou da pintura dos eletrodomésticos. André, 17 anos, explica o processo.

 

 


Arte 360

A ideia dos jovens foi realizar um evento que ampliasse e estimulasse o conhecimento dos convidados por meio da cultura e da arte, com atividades de teatro, dança e música. O projeto dos jovens Michel Moreno, Matheus Oliveira, Jadson Correia e Jemima Batista, inicialmente batizado de Intervenção Cultural: a Música, a Dança e o Teatro, foi parceiro do Revitalizando a União entre a Escola e a Comunidade na restauração de uma quadra poliesportiva, como se vê a seguir.


Revitalizando a União entre a Escola e a Comunidade

Reinauguração da quadra do Ciep Oswaldo Aranha.
Reinauguração da quadra do Ciep Oswaldo Aranha.

O projeto reformou a quadra poliesportiva do Ciep Oswaldo Aranha, considerada um ponto de referência e sociabilidade para as comunidades do entorno.

Davi Mathias, Giuliane Melo, Moisés Cristiano, Paulo Vinicios, Willian Munford, Eros Adriano, Emanuelle Braga, Gabriel dos Anjos e Sarah Santos realizaram o grafite e a pintura da quadra em esquema de mutirão – e registraram, na arte, os nomes de todos que participaram.

Na estreia da quadra (foto), contaram com a parceria dos amigos do Arte 360 para um momento cheio de atividades culturais. Confira o que conta Sarah, 16 anos.


Pirâmide do Conhecimento

Jovens do Complexo do Muquiço em busca do primeiro emprego encontraram nesse projeto uma forma de preparação para entrevistas, com o apoio de professores. Eles também podem enviar perguntas para a página do Facebook do projeto e acompanhar as respostas de especialistas no seu canal do YouTube.

O projeto foi idealizado por Beatriz Coimbra, Nayara Diniz, Yuri Oliveira, Mayke Baptista, Allan Duarte, Marcos Vinicius, Gabriel Aguiar, Amanda Mendes, Michelly dos Santos, Giulyana de Jesus, Ygor Costa e Gabriele Fersura. Ouça a entrevista concedida por Giulyana, 15 anos, à plataforma Educação&Participação durante a Feira.


Movimento Verde

Mudas de plantas. Mudas de plantas.

Depois de uma visita exploratória à Creche Comunitária Nino e de uma aula de experimentação de horta urbana, os jovens Brenda, Caroline, Douglas, Emanoelly, Miguel, Pablo, Thaís e Thaynara se propuseram a ensinar as crianças a reciclar, plantar, cuidar e colher os alimentos de uma horta que foi criada no local.

Na plantação que agora conta com mudas de frutas, verduras, legumes e temperos – como tomate, cebolinha, orégano e pimentão –, o cuidado com o meio ambiente e a nutrição saudável também foi uma preocupação, além da parceria e do acesso comunitário: a comunidade poderá retirar as mudas para uso próprio, e as sementes e a terra foram doadas. Há, inclusive, uma campanha permanente para arrecadação de sementes no Facebook.

Assista ao vídeo promocional publicado na página oficial.

 


Músicos do Amanhã

A proposta dos jovens Allan Gustavo, Carol, Juliene, Pablo dos Santos, Ianca, Matheus Ferreira e Waldemir Nogueira foi um projeto de realização de oficinas para apresentar e ensinar música à comunidade e, ao mesmo tempo, constituir um espaço de convivência e de formação para a cidadania.

As crianças e adolescentes de 8 a 14 anos de idade que participaram aprenderam a tocar cajón e violão e tiveram noções de bateria, em uma ação que teve parceria com a escola de samba Unidos da Vila Kennedy – e que agora deve continuar, com aulas às terças e quintas no CCIK.

Ianca, 20 anos, conta sobre o projeto à plataforma Educação&Participação.

 


USB Lixo EletrônicoUSB Lixo Eletrônico

Com a proposta de conscientizar jovens e adultos sobre o descarte correto de lixo eletrônico, as ações do projeto idealizado pelo jovens Matheus Thomas, Waldemir Silva, Antônio Thiago Frazão, Vitória Maria Araújo Gomes, Maria Eugênia Rangel Silva, Andressa Carvalho, Roger Soares Ferreira e Maicon Machado incluíram encontros sobre o assunto e oficinas para transformar o lixo em obra de arte.

 

“Não é só descartar. Nosso trabalho é incentivar as pessoas a reaproveitarem o lixo eletrônico. Nós fizemos a oficina e ensinamos as crianças a fazer arte com as sobras.

(Maicon, 22 anos)


018Inovart

O projeto executou a reforma do auditório do Colégio Estadual Madre Teresa de Calcutá, em um processo que pode ser conferido na página oficinal do grupo formado por Stefany Alves, Sarah Gomes, Giulia Gomes, Jean Francisco, Gabriely Feitosa e Gabrielle Cristine no Facebook.

Na Feira de Projetos, o grupo estimulou a doação de livros (foto).

 


Rádio Papo Reto

Os jovens montaram uma estação de rádio no Colégio Madre Teresa de Calcutá utilizando um equipamento já existente, mas subutilizado. Mateus Felipe, Paulo Sergio, Marcos, Aline e Jade propõem transformar a nova estação em um canal de comunicação efetivo com outros alunos e com professores e gestores.

Além de programas de música e caça-talentos, os jovens já pensam em chamar convidados para a rádio.

“Alguns itens nós compramos e outros reformamos. Fazemos revezamento: o pessoal que estuda de manhã vai à tarde para ficar na rádio, e quem estuda à tarde vai de manhã. Temos apresentado música e vamos começar a levar convidados – e a direção da escola nos ajudou.”

(Jade, 17 anos)


Mulheres em Ação

Desfile na Feira de Projetos.Os padrões de beleza e comportamento impostos às mulheres foram a preocupação desse projeto, que tem a proposta de valorizar a diversidade feminina e empoderar as mulheres, sobretudo as negras.

As jovens Jamilli Chaves Marques, Damiris da Silva Santos, Emmanuelle Gomes, Joyce Santos, Julia Nunes, Rayane Maria de Oliveira, Thalia Cristynah A. da Silva e Giovanna Lovatti têm oferecido oficinas de maquiagem e cabelo e realizado desfiles – um deles, durante a Feira (foto) –, além de propor discussões sobre racismo e padrões de beleza. É possível acompanhar as ações do grupo na página oficial no Facebook.

Ouça o que Jamilli e Joyce, ambas com 17 anos de idade, disseram em entrevista à plataforma Educação&Participação.

“A gente teve essa ideia [do projeto] reparando no mundo, na rua. Eu tenho amigas que não se aceitam, não aceitam seu cabelo. Eu mesma não me aceitava e queria ser branca. Quando propusemos a ideia, elas se identificaram e decidimos fazer o Mulheres em Ação – começando a partir da gente.”

(Damiris, 17 anos)


> Clique na imagem abaixo e veja mais sobre a cobertura da plataforma Educação&Participação na galeria do Flickr.
Feira de Projetos: 2ª edição RJ

> Veja também como foram as bancas de projetos realizadas por dois dias, em setembro de 2016.

Créditos:
Fotos: João Marinho/Reprodução.
Vídeo: o vídeo do projeto Movimento Verde foi reproduzido na íntegra, tal como consta da página oficinal do grupo.
Tagscomunidade, educação integral, inovação, jovem, jovens, Jovens Urbanos, projeto, projetos, projetos sociais

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Verônica Gomes martins da Silva  em 
         Educação&Participação respondeu em