Notícias - João Marinho - Políticas de Educação Integral

Fórum da Undime em Rondônia discute educação integral

Nos dias 18 e 19 de março, a secional de Rondônia da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) realizou seu 13º Fórum Estadual, no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Ji-Paraná. Dentre as propostas discutidas pelos participantes, esteve em pauta a educação integral.

Durante o encontro, o tema foi introduzido por Alexandre Isaac, responsável pelo Núcleo de Educação Integral do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) e pelo programa Políticas de Educação Integral do Educação&Participação.

“A Fundação Itaú Social foi convidada a participar de vários eventos da Undime, a fim de compartilhar sua experiência em projetos de educação integral. Como a Fundação e o Cenpec desenvolvem um conjunto de ações sobre políticas de educação integral, temos participado desses encontros para falar, inclusive, da educação integral em relação ao Plano Nacional de Educação (PNE) e de que forma os municípios que participam de nossas ações têm tentado desenvolver suas políticas de educação integral a partir dessa nova demanda”, explica Isaac.

> Saiba mais sobre a Meta 6 do PNE, que aborda a educação integral, em nossa reportagem sobre a agenda 2015.

Ainda, segundo ele, houve uma discussão teórica sobre o conceito de educação integral. “Apresentamos um histórico da educação integral, especialmente da parceria entre a Fundação Itaú Social e o Cenpec, desde a época do início do Prêmio Itaú-Unicef, quando começamos a discutir educação integral por meio de outros dois conceitos, que são os de ações complementares à escola e de ações socioeducativas. Fiz, então, um percurso de como nos aproximamos do conceito que temos hoje.”

Parceria

O Prêmio Itaú-Unicef encontra-se atualmente em sua 11ª edição, em que comemora 20 anos de existência. Além da Fundação Itaú Social, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Cenpec, a premiação conta também com parceria do Canal Futura, do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), do Todos pela Educação, do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da própria Undime. Saiba mais aqui.

Na avaliação de Isaac, a preocupação com a educação integral tem se mostrado presente entre os gestores municipais. “Cada vez mais, tenho a convicção de que a implementação de projetos de educação integral tem de respeitar as diversidades locais. Rondônia é um estado grande, mas que tem 52 municípios apenas. Esses municípios são pequenos e médios, com condições geográficas e climáticas específicas, e onde as escolas, às vezes, estão distantes dos centros. O que chega lá efetivamente é o Programa Mais Educação. Há poucos municípios que agregam recursos, e essa é a grande questão dos secretários: como implementar políticas de educação integral que deem um salto de qualidade para além do que o Mais Educação oferece diretamente às escolas, como fazer que essas políticas sejam do município, que a gestão seja do município.”

Raio X de Rondônia

  • Área: aprox. 237.591 km²
  • População estimada: aprox. 1,749 milhão
  • Municípios: 52
  • Capital: Porto Velho
  • Curiosidades: criado em 1943 como Território Federal do Guaporé, Rondônia é o terceiro estado mais populoso da Região Norte e tem seu nome derivado do sertanista Marechal Cândido Rondon, que estabeleceu uma rede telegráfica no extremo oeste do Brasil. A capital, Porto Velho, é a maior em extensão territorial no País: com mais de 34 mil km2, é mais extensa que a Bélgica.
(Fonte: IBGE)

No encontro, foram compartilhadas as experiências de assessoria da Fundação Itaú Social e do Cenpec em políticas de educação integral. “Levei para eles algumas experiências que tivemos em diferentes lugares – nossa parceria em São Bernardo do Campo (SP), nossas assessorias em Belo Horizonte (MG) e no Rio de Janeiro (RJ), no estado de Goiás, no estado do Pará, em Vitória (ES) –, tanto do ponto de vista da gestão da política como do ponto de vista da proposta pedagógica e da formação dos profissionais que trabalham com projetos de jornada ampliada.”

Secretários, representantes, gestores e educadores de cerca de 30 municípios rondonianos estiveram presentes no Fórum Estadual, que contou com a palestra “O papel do gestor na garantia da educação de qualidade para todos”, ministrada pela presidente da Undime, Cleuza Repulho, e reelegeu José Carlos Arrigo, secretário municipal de Educação de Vilhena, como representante regional titular.

> Confira os locais de atuação das Políticas de Educação Integral.
> Leia a entrevista de Cleuza Repulho à plataforma Educação&Participação.

Fique de olho

O ano de 2015 é o período de eleição na Undime. As secionais devem realizar fóruns estaduais para se prepararem para o Fórum Nacional – até abril, serão realizados 26 desses eventos. Segundo Alexandre Isaac, a Fundação Itaú Social já foi convidada a discutir a educação integral nos fóruns de Roraima, Rio Grande no Norte e também no do Ceará, que acontece nos próximos dias 26 e 27. O calendário pode ser consultado aqui.

Tagseducação integral, mais educação, planos de educação, políticas de educação integral, políticas públicas

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)