Notícias - Aparecido Francisco - Políticas de Educação Integral

Itabira (MG) inicia construção de plano de educação integral com participação da sociedade

Itabira (MG), terra natal de Carlos Drummond de Andrade e uma de suas fontes de inspiração, busca este ano aprimorar a política e as ações de educação integral no município. Por isso, desde março, firmou uma parceria com a Fundação Itaú Social e com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) para a construção de seu plano de educação integral.

A intenção é elaborar uma proposta com a participação da sociedade. “Queremos que a comunidade escolar, secretários, gestores e entidades colaborem na construção desse plano. É muito importante que todos estejam envolvidos”, ressalta Cristiane Martins, da Coordenação de Projetos Educacionais de Itabira.

De acordo com o Guia Políticas de Educação Integral: orientações para implementação no município, um plano de educação integral deve contemplar dados da realidade do município, diretrizes, objetivos, estrutura de gestão política, metas e metodologia de acompanhamento, avaliação e resultados. Saiba mais.

De acordo com Júlio Neres, do Núcleo de Educação Integral do Cenpec, para envolver todos os segmentos da sociedade, foram constituídos Grupos de Trabalhos (GTs). “Vamos realizar ao longo do ano encontros com esses grupos para coletar dados, ideias, concepções e propostas para a educação integral em Itabira. A proposta é  garantir a participação de todos os atores envolvidos com a educação no Município”, explica.

Esses grupos estão divididos em:

GT – Comunidade Escolar e território –  composto pela: APM (Associação de Pais e Mestres), organizações sociais do território, professores, gestores e alunos

GT – Secretaria da Educação –  composto por profissionais que atuam na SME, coordenadores, supervisores, técnicos e diretores.

GT – Multissetorial – composto por profissionais que atuam nas secretarias que tem proximidade com a Educação Integral, (secretaria da Cultura, do Meio Ambiente, do Esporte da Assistência )

GT –  Parceiros – composto por organizações da Sociedade Civil.
“Já realizamos o primeiro encontro com o GT Comunidade Escolar e território. Em junho vamos realizar encontros com os outros grupos. No dia 30  de junho faremos um Seminário sobre Educação Integral com o objetivo de mobilizar a cidade para o tema da educação integral”, conta Júlio Neres.


Trajetória

A parceria entre o município de Itabira, a Fundação Itaú Social e o Cenpec se deu a partir das ações de formação sobre o Guia e as Oficinas de Educação Integral. Em março de 2015, o Cenpec fez uma reunião com a equipe da Secretaria da Educação de Itabira para identificar as propostas de jornada ampliada desenvolvidas pelo município.

 

Previamente a essa parceria, Itabira já trabalhava com duas propostas  de jornada ampliada, o Crescer com Arte e o Programa Mais Educação, que atendem 1.600 alunos do ensino fundamenta l (primeira a quarta séries) e ll (quinta a nona séries) de um  total de 10.800 alunos da rede municipal.


Sobre Itabira

Localizada no interior de Minas Gerais, a 80 km de Belo Horizonte, Itabira tem uma população de 109.783 habitantes, de acordo com o Censo Demográfico realizado pelo IBGE em 2010. O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Itabira é de 0,756, considerado alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), sendo o 33º maior de Minas Gerais e o 440º maior do Brasil. O município apresenta a maioria dos indicadores próximos ou acima da média nacional segundo o Pnud. Considerando-se apenas o índice de educação, o valor é de 0,678.

Tagsintersetorialidade, plano de ação, políticas de educação integral, políticas públicas

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Vera Lúcia Allves Moura Machieli  em 
         Educação&Participação respondeu em