Notícias - João Marinho - Jovens Urbanos

Em Praia Grande (SP), Jovens Urbanos promove a participação do jovem nas políticas públicas

Qual o perfil do jovem do município de Praia Grande (SP)? Para responder essa pergunta, a Prefeitura da cidade, por meio da Subsecretaria de Assuntos da Juventude, vinculada à Secretaria de Governo, entrevistou 801 jovens de 15 a 29 anos em abril de 2013 e publicou os resultados em um primeiro Mapa da Juventude.

Agora, três anos depois, será feita uma segunda versão do Mapa, a fim de disponibilizar informações que darão base para elaborar um Plano Municipal de Juventude, esforço que tem contado com a colaboração do Programa Jovens Urbanos e ressaltado a importância da participação do jovem nas discussões.

 

Participação social e protagonismo juvenil

O Mapa de 2013 mostrou uma juventude praiagrandense sexualmente ativa (80%), que se preocupa primordialmente com saúde (19%), infraestrutura (19%) e segurança (15%) e tem forte presença na internet: utiliza-a no celular (57%), acessa todos os dias (49%) e passa boa parte do tempo se relacionando com outros internautas (42%) e consumindo notícias (28%) – e essa juventude precisa se fazer ouvir.

Por isso, neste segundo ano de atuação em Praia Grande, a colaboração do Jovens Urbanos tem reforçado a necessidade da participação desse público na elaboração do Plano Municipal de Juventude por meio da estratégia do plano participativo, que já foi utilizada em outras edições do Programa, como no distrito do Capão Redondo, em São Paulo (SP).

“Até o ano passado, tínhamos uma parceria em Praia Grande fazendo formação para um grupo intersetorial que pensava as juventudes. A diferença para este ano é que estamos trabalhando com outro grupo intersetorial, que tem o objetivo de construir o Plano Municipal de Juventude, um documento com a proposta de nortear as políticas públicas para esse segmento no município pelos próximos anos”, explica Mariana Mota, técnica do Jovens Urbanos.

Para 2016, a atuação do Programa no município prevê cinco encontros com técnicos de diferentes secretarias. A ideia é contemplar todas as áreas que tomam parte em políticas de juventude. Até o momento, o Jovens Urbanos já trouxe um histórico dessas políticas em nível nacional, e, a partir de julho, inicia-se o enfoque na estratégia do plano participativo, com uma novidade: ele será feito com os próprios técnicos do poder público.

“A ideia é fazer um plano participativo com os técnicos para que eles o vivenciem e depois o repliquem com um grupo de jovens, a fim de incluí-los em consulta pública para o Plano Municipal de Juventude, que é o que queremos estimular”, explica Mariana Mota, destacando a participação social como um dos pilares da educação integral. Ouça, no áudio abaixo, a explicação sobre essa estratégia.


Entendendo a política de juventude em Praia Grande

Ouça a entrevista com Augusto Schell, subsecretário municipal de Assuntos da Juventude de Praia Grande, a respeito do Plano Municipal de Juventude, da nova edição do Mapa da Juventude e da contribuição do Jovens Urbanos no processo.

 

Bloco 1 – O Plano Municipal de Juventude

 

Bloco 2 – Mapa da Juventude, edição 2016


 

Bloco 3 – A parceria entre o município de Praia Grande e o Programa Jovens Urbanos

 

Sobre o Jovens Urbanos

Iniciativa da Fundação Itaú Social com coordenação técnica do Cenpec e criado em 2004, o Programa Jovens Urbanos busca promover, na perspectiva da educação integral, a ampliação do repertório sociocultural de jovens que vivem em territórios urbanos vulneráveis.

O Programa desenvolve, implementa e dissemina tecnologias de trabalho com a juventude por meio de processos de formação ampliada, geração de oportunidade e inserção produtiva, além de contribuir para que esses jovens concluam o Ensino Médio e tenham acesso ao Ensino Superior.

Reconhecer que o desenvolvimento dos jovens passa pela diversidade e complexidade de suas demandas – e também por seus potenciais – faz o Jovens Urbanos atuar em rede, envolvendo poder público, iniciativa privada, organizações locais, população e entidades de reconhecida expertise social e técnica.

 

Tagseducação integral, intersetorialidade, juventude, mapa da juventude, praia grande

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)