Notícias - Vanessa Nicolav - Educação&Participação

Mitos, sustos, lendas e folclore: confira seleção de oficinas com temas assombrosos!

A festa do Halloween, ou Dia das Bruxas, é uma tradição que remonta aos antigos festivais de colheita da cultura celta e que posteriormente foi assimilada pela cultura cristã. Ganhou, assim, sentido de celebração dos santos (devido à proximidade do Dia de Todos os Santos) e também de memória a todos aqueles que se já se foram.

A festa celebrada em 31 de outubro tem, portanto, cunho sincrético, ou seja, caracteriza-se pela fusão de diferentes cultos ou doutrinas religiosas, e é realizada por diferentes culturas em todo o planeta. Nesse dia, crianças e adultos se fantasiam de personagens assombrosos, realizam festas e brincadeiras como “gostosura ou travessura” e decoram casas e ruas com o tema do mundo dos mortos.

Para associar a ideia do Dia das Bruxas aos princípios da educação integral, a plataforma Educação&Participação selecionou algumas sugestões de oficinas, jogos, brincadeiras e artigos que trabalham a importância do brincar, além de personagens lendários de nosso próprio folclore. Também há dicas de oficinas a serem desenvolvidas coletivamente com crianças, adolescentes e jovens em espaços educativos.

Confira a seleção!


1) Esconde Lobisomem

Por meio de atividades de pesquisa de imagens e criação de desenhos e máscaras pelos próprios alunos, a oficina visa estimular a criatividade individual e coletiva e apresentar o famoso personagem de nossa tradição oral. Voltada para o público infantil, a proposta é trabalhar, por meio de atividade lúdica, as diferenças entre fantasia e realidade.

 

 

2) Brincadeiras de lobo-mau

Apresentar a origem histórica das lendas que povoam o imaginário infantil (como a do lobo mau) e refletir sobre a importância da transmissão de conhecimento por meio da tradição oral são os objetivos principais desta oficina voltada para crianças e adolescentes. O desenvolvimento de brincadeiras coletivas é apresentado para estimular tanto o conhecimento de regras como a diversão do grupo.

 

 

3) Histórias do folclore brasileiro

A oficina tem o objetivo de estimular a prática de pesquisa, leitura e contação de histórias que envolvam os personagens folclóricos brasileiros. Para tanto, são sugeridos a pesquisa em livros, a investigação na internet e também rodas de conversa sobre os temas explorados.

 

 

4) Livro de lendas e mitos do nosso folclore

A produção de um livro com alguns dos principais personagens de nosso folclore é o objetivo principal da oficina. Propondo a consulta de livros com lendas da cultura popular brasileira, pesquisa na internet e uso de papel sulfite, lápis de cor e canetas hidrocor, a oficina busca valorizar a cultura popular e esclarecer que o folclore representa o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país, as quais são transmitidas oralmente, de geração para geração.

 

 

5) Educação integral e cultura popular brasileira: as infinitas potencialidades e o desafio do diálogo

A reportagem publicada pela plataforma Educação&Participação destaca a riqueza cultural brasileira e o potencial educativo dos diferentes ritmos, danças e brincadeiras encontrados nas diferentes regiões do país. Com base no questionamento de por que tais conhecimentos são pouco trabalhados no espaço educativo, a reportagem também aponta algumas sugestões de atividades sobre o tema.

 

 

6) Raízes culturais

De forma descontraída, nesta oficina as crianças podem ter novas perspectivas sobre seus costumes, suas lendas, seu misticismo e sua cultura ancestral. Além disso, a proposta é que as crianças se tornem facilitadoras do desenvolvimento saudável da identidade individual e comunitária, por meio de atividades que trabalham princípios e valores essenciais para uma cultura humana de paz, solidariedade e prosperidade.

 

 

Tagseducação integral, folclore, lista, oficinas

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)