Notícias - Vanessa Nicolav - Educação&Participação

No mês da criança: confira 5 materiais que discutem a importância do brincar

Comemorado anualmente em 12 de outubro desde 1924 no Brasil, o Dia das Crianças foi criado para celebrar essa importante fase da vida e, desde então, é momento não apenas de presentear os mais jovens, mas também de celebrar os direitos das crianças e dos adolescentes e de refletir sobre os cuidados necessários para o desenvolvimento pleno dos sujeitos dessa faixa etária.

Uma das características mais evidentes que se expressam nesse período é a necessidade de brincar. Porém, para além de uma atividade de lazer, as brincadeiras são atividades centrais para o desenvolvimento de diferentes dimensões das crianças e dos adolescentes.

“Pela brincadeira, a criança entra em contato com a cultura em que está inserida, recria e produz cultura. Brincando, ela tem a possibilidade de um desenvolvimento mais integral: corpo, mente, emoções, relações sociais. Ela aprende a resolver problemas e a raciocinar, desenvolve a criatividade, a memória, a capacidade de concentração, a flexibilidade. Mas brincar é algo a ser aprendido também: jogar conforme as regras; negociar os papéis que serão assumidos […] Quanto mais se brinca, melhor se brinca”, afirma Maria Lúcia Medeiros, pedagoga e especialista na temática do brincar e em Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental.

Pensando na importância do olhar sobre as demandas específicas de crianças e adolescentes, a plataforma Educação&Participação selecionou oficinas e materiais para professores e educadores realizarem em seus espaços durante o mês.

Confira a seleção!

Crianças brincandoOficina – Brincadeiras cantadas

A disseminação de diferentes culturas por meio da tradição oral é o tema principal desta oficina, que tem duração de cerca de 90 minutos. A partir de uma seleção de canções indicadas, a atividade busca promover a reflexão sobre diferentes bens culturais, além de promover a integração do grupo, a criação de regras coletivas e formas de segui-las.

 

dançaOficina – Esculturas com o corpo

A oficina, direcionada a crianças e adolescentes, busca desenvolver a percepção do corpo, do movimento e da articulação de suas partes. Por meio de atividade coletiva realizada em espaço amplo, a atividade utiliza recursos de registros fotográficos para ampliar, de forma lúdica, o conhecimento sobre a composição corporal, os combinados coletivos e o respeito ao outro.

 

futebolOficina – Jogos e brincadeiras na praça

O encontro geracional é mote disparador dessa oficina cujo pano de fundo é a troca de brincadeiras. A partir do encontro em espaço público, a proposta é promover a valorização das manifestações lúdicas de todas as épocas, reconhecendo que as brincadeiras são bens culturais a serem preservados, porque constituem patrimônio imaterial de um povo.

 

criança com fitasVídeo – Caramba, carambola – O brincar está na escola

Dividido em dois vídeos, o documentário trata da importância do brincar para a aprendizagem da criança, o papel do professor e da comunidade nesse processo. O vídeo desperta a percepção de como é importante a vivência do brincar e aponta possibilidades de entender o brincar brincando, não apenas entre as crianças, como também entre os educadores e entre estes e as crianças e seus pais.

 

crianças brincando praiaArtigo – O brincar e a educação integral 

Com autoria de Maria Lúcia Medeiros, pedagoga, especialista na temática do brincar e em Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental, o artigo aborda  a importância das práticas de brincar como centrais para o desenvolvimento pleno dos sujeitos.

 

Tagsadolescente, crianças, direitos, educação integral, oficinas

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)