Participantes do Jovens Urbanos de Caçapava (SP) realizam Encontro Público

Além das apresentações de suas produções culturais, houve um debate intitulado “Juventude e Participação”, realizado na sede do Grupo de Assessoria e Mobilização de Talentos (GAMT)

No dia 3 de junho, foi realizado o Encontro Público do Programa Jovens Urbanos de Caçapava (SP), na sede do Grupo de Assessoria e Mobilização de Talentos (GAMT), que teve como objetivo apresentar as produções dos jovens participantes da 1ª edição do Programa, iniciada em setembro de 2013, e dos jovens da 2ª edição (2014).

Os encontros públicos integram as instâncias participativas do Programa, visando fortalecer nos jovens a capacidade comunicativa e a participação na vida pública, além de possibilitar o fortalecimento e a mobilização da rede local.

Estavam presentes no evento os membros da equipe do GAMT e representantes dos parceiros do Programa nessa instituição (Cenpec – Centro de Estudos e Pesquisas para Educação, Cultura e Ação Comunitária, EDP e Fibria).

Durante o encontro, houve a exibição do vídeo “Aqui bate um coração – as árvores também têm vida”, realizado pelos participantes do Programa em 2013, além de uma apresentação de percussão, baseada em ritmos brasileiros, como o Olodum (Bahia) e o Cacuriá (Maranhão). Também foram apresentadas algumas produções de grafite e audiovisuais, realizadas durante as experimentações.

Após essa primeira etapa, iniciou-se o Colóquio Juventude e Participação, que contou com a participação de Cassios Nogueira, jornalista e educomunicador, Thiago Vinícius da Silva, criador das moedas sociais Sampaio e Solano (Agência Solano Trindade) e Joanna Hemmings, ex-participante do Programa.

“A gente luta para compartilhar as tecnologias sociais que desenvolvemos na nossa comunidade, que modificaram as nossas vidas e de dezenas de pessoas. Foi enriquecedor vir aqui, trocar experiências e conhecer o trabalho do GAMT”, disse Thiago Vinicius, que encerrou seu depoimento com a seguinte frase aos jovens: “Não confunda briga com luta: a briga tem hora para acabar; a luta é para uma vida inteira”.

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)