Notícias - João Marinho e Thais Iervolino - Jovens Urbanos

Programa Jovens Urbanos lança Portfólio Jovem

Jovens interessados em participar da 12ª edição em São Paulo podem se inscrever na rede social e compartilhar seu percurso formativo do programa.

Provocar nos jovens o “desprendimento” de modelos e proporcionar o “pensar diferente” e o reconhecimento da alteridade e dos diferentes modos de viver são marcas que o Programa Jovens Urbanos traz em todas as suas edições.

Para atingir esses objetivos e ampliar o repertório dos jovens na perspectiva da educação integral, são realizadas diferentes estratégias formativas, como a investigação cartográfica e a exploração do território – e é nesse sentido que, em 2017, o Jovens Urbanos inova e passa a explorar mais fortemente a articulação por meio de redes sociais e de seu território típico: a internet.

A inovação atende pelo nome de Portfólio Jovem. Trata-se de um espaço virtual em que o jovem participante pode registrar as ações realizadas ao longo do programa, ver e ser visto.

“O Portfólio é um ambiente virtual para os jovens que participam do programa registrarem sua trajetória, as diferentes aprendizagens com que têm contato, os lugares que vão explorar e percorrer na cidade, as experimentações que vão fazer, além de divulgar o Projeto Jovem, que é a última etapa do Programa. O Portfólio, então, contém todas as etapas que o jovem vai passar durante o ano, e os educadores vão atuar no sentido de mediar essas postagens sobre o que o jovem tem interesse e que se relacionam a ele”, explica Giselle Vitor da Rocha, da equipe de formação do Programa Jovens Urbanos.


img1-1“O Jovens Urbanos sempre teve esse eixo transversal das explorações, de apropriar-se do território, conhecer o centro da cidade. Até então, as atividades eram todas presenciais, e os educadores ajudavam os jovens a organizar relatos, fotos e outros materiais que eram expostos dentro da sala ou nas organizações.

Com o Portfólio Jovem, essas possibilidades se ampliam: com essas experiências registradas e organizadas no espaço virtual, os jovens terão mais conhecimento, mais vontade de conhecer outros lugares pelos quais outros jovens já passaram, acessar outros espaços e trocar experiências com outras turmas.” 

(Giselle Vitor da Rocha)


 

“Aprendi que sempre tenho que aprender”

Educadores dos dois territórios de São Paulo (SP) que atuam junto aos jovens que participam da 12ª edição do Programa Jovens Urbanos – os distritos de Cidade Tiradentes e São Miguel Paulista – tiveram uma formação sobre o Portfólio Jovem no último dia 15 de maio.

Agora no ar e organizado em 4 módulos, o ambiente, que se define como uma rede social, está pronto para ser acessado por quem deseja participar do programa. “Tanto os jovens quanto os educadores estão conhecendo agora o espaço virtual. A estratégia de os educadores também se apropriarem dele é o que chamamos de homologia de processos: os educadores vivem o processo formativo e passam pelas mesmas questões, desafios, conteúdos  e situações que os jovens vão vivenciar, possibilitando que trabalhem mais proximamente com eles”, explica Giselle.

Presente na formação e educadora do programa desde a 11ª edição, em 2016, Tábata Letícia Moraes da Silva elenca uma dessas vivências: “Para mim, o mais importante foi a possibilidade de explorar a cidade com os jovens. Pudemos conhecer diversos lugares, que contribuíram para mostrar que a cidade vai muito além do território imediato dos jovens, que há espaços que podemos ocupar e que é possível, por meio desses espaços, dialogar com temáticas que os jovens consideram importantes. A visita ao Sarau das Pretas, por exemplo, foi uma delas. Com os jovens, aprendi que sempre tenho que aprender”.

“O Portfólio será uma facilidade muito importante. Quando eu fui jovem urbana, havia um blog… Agora, com essa evolução, o jovem poderá se mostrar mais, falar mais quem ele é. Haverá uma nova vivência e será muito interessante”, opina a também educadora Mariana Pitta, da Jovens do Brasil – Aldeia Satélite Espaço Cultural, uma das organizações sociais parceiras do Jovens Urbanos em São Miguel Paulista.

Ouça mais sobre a experiência de Mariana com o programa a seguir e acesse a rede social.


Interessado em se inscrever no Jovens Urbanos? O Portfólio Jovem já está com pré-cadastro aberto. Saiba mais!


 

Tagseducação integral, jovens, Jovens Urbanos, juventude, portfólio

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)