Notícias - João Marinho - Prêmio Itaú-Unicef

Prêmio Itaú-Unicef: 4 passos para a formação em educação integral

“Nosso foco é o desenvolvimento integral da criança e do adolescente, como defende a educação integral – e as formações se inserem na estratégia de divulgar esse conceito pelo país”, comenta Claudia Petri, técnica de formação do Prêmio Itaú-Unicef, ao destacar quatro ações formativas que o Prêmio prepara para o segundo semestre de 2016.

Agosto – curso on-line: Educação e Assistência Social

A primeira delas é a segunda edição do curso a distância Educação e Proteção Social: articular para garantir direitos, que começa no dia 24 de agosto. Com duração de 6 semanas, o curso é gratuito, mediado e com carga horária de 20 horas. São oferecidas até 300 vagas em 6 turmas.

>> As vagas já foram preenchidas, mas, por conta da demanda, existe a possibilidade de haver novas turmas ainda este ano. Por isso, o Prêmio Itaú-Unicef criou uma lista de espera para  interessados em fazer o curso. Clique aqui para saber mais.

“Esse curso já teve duas turmas-piloto e agora, remodelado a partir de sugestões da mediação e do público, é novamente oferecido para um público maior. Na medida em que a educação integral trata da integralidade do sujeito, podemos articulá-la com uma série de temas, como a cultura e as atividades físicas, por exemplo – e abordar de que maneira ocorre essa articulação e de como ela está sendo trabalhada ‘na ponta’, por quem atua diretamente com crianças e adolescentes nos diferentes territórios. É o que fizemos com esse curso”, explica Petri.

Segundo ela, o curso Educação e Proteção Social: articular para garantir direitos vem cobrir uma lacuna para quem trabalha ou se interessa por educação integral. “Existe uma demanda em saber como articular educação integral e assistência social. Verificamos pelos números das duas turmas-piloto: uma delas teve um percentual de certificação de 75% entre os matriculados, a outra beira os 60%. Isso demonstra que existe um forte interesse, ao qual o curso vem atender”.

O que esperar do curso

> 4 módulos, com destaque para os temas da proteção integral da criança e do adolescente, proteção social e educação;

> Diferença entre os conceitos de vulnerabilidade e risco e como eles se relacionam à educação integral;

> Linguagem acessível e abordagem leve e inteligível em diferentes suportes;

> Reflexões acerca do papel dos diversos atores das áreas de educação e proteção social e sobre a importância da articulação no território para garantir o direito ao desenvolvimento integral de crianças e adolescentes;

> Reflexões sobre os desafios e os pontos a serem ajustados na parceria entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas, tendo em vista a articulação entre educação integral e proteção social.

> Acesse o plano do curso. Clique aqui. 

Passo 1: mais cursos 

Além do curso que se inicia em agosto, o Prêmio Itaú-Unicef prepara outros dois para o segundo semestre de 2016. Um deles está em processo de formulação e deverá ter turmas-piloto até o fim do ano, com foco nas ações socioeducativas e na mais recente publicação do Prêmio: Organização da sociedade civil e escola pública: uma parceria que transforma.

O outro, que tem previsão de lançamento de turmas-piloto entre setembro e outubro, é um curso autoformativo sobre direitos da criança e do adolescente. “Esse outro curso tem 3 módulos. Quem participar terá um panorama da história desses direitos e conteúdos sobre Estado, sociedade civil, mercado, legislação e os direitos em si. É o primeiro curso autoformativo do Prêmio, seguindo uma tendência que tem se disseminado na internet: sem mediação, no ritmo individual do participante. Por ser autoformativo, permite também atender um público maior, de até 2 mil pessoas”, conta Petri.

 

Passo 2: debates virtuais

O segundo semestre também trará novos Debates Virtuais, outra ação do Prêmio com proposta formativa: “Os debates estão previstos para ser realizados em setembro e outubro, e os temas já estão definidos: um deles falará de vulnerabilidades e território, em diálogo direto com o curso que oferecemos agora em agosto, e o segundo abordará a família e o fortalecimento de vínculos”. Como nos outros debates, não será necessária a inscrição prévia e o público poderá enviar dúvidas e comentários por meio da plataforma Educação&Participação.

> Assista ao debate Intencionalidade educativa das ações socioeducativas;

> Assista ao debate Competências para formar o cidadão do século XXI.

 

Passo 3: encontros presenciais

Para as OSCs e as escolas dos 32 projetos finalistas da 11ª edição do Prêmio, haverá mais dois encontros presenciais no âmbito da Assessoria às Organizações e Escolas Parceiras, como o que aconteceu em junho. “A previsão é de que o segundo seja realizado entre setembro e outubro, e o último em novembro”, diz Claudia Petri.

Os encontros presenciais integram um conjunto de estratégias que visam fortalecer as parcerias já existentes nos 32 projetos e contribuir para a construção colaborativa e a disseminação de conhecimentos e experiências bem-sucedidas de educação integral no Brasil. Veja como foi o primeiro encontro de 2016:

 

Passo 4: visitas técnicas

Outra estratégia que visa à disseminação de conhecimentos e experiências bem-sucedidas são as visitas técnicas que o Prêmio Itaú-Unicef tem realizado em 4 projetos: Alvorada; Entre o Sonho e a Realidade; Arte, Circo e Cidadania; e Aprender Faz Bem, ligadas a outra iniciativa que o Prêmio realiza neste ano, a Assessoria às Organizações e Escolas Parceiras.

No segundo semestre, as visitas serão concluídas e avaliadas. “Os projetos serão revisitados. O Prêmio volta a eles para fazer uma análise desse percurso, dos impactos das visitas, das possíveis contribuições e dos subsídios que os encontros trouxeram”, explica Petri.

> Preparado? Saiba mais sobre o Prêmio Itaú-Unicef aqui.

> Acompanhe aqui o processo de inscrição do curso Educação e Proteção Social: articular para garantir direitos

> Conheça os demais cursos oferecidos pela plataforma Educação&Participação. Clique aqui.

Tagsação socioeducativa, curso, curso on-line, educação integral, escola pública, formação, OSC, parceria, proteção social

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Fatima  em 
         Educação&Participação respondeu em