Notícias - Thais Iervolino - Prêmio Itaú-Unicef

Prêmio Itaú-Unicef anuncia parcerias premiadas das regionais Belo Horizonte e Rio de Janeiro

Na sexta-feira (20), foi realizada a cerimônia de celebração que anunciou as parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas premiadas pelas regionais Belo Horizonte e Rio de Janeiro da 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef.

O evento, que aconteceu na capital mineira, foi o primeiro a celebrar as premiadas regionais da 12ª edição do Prêmio. Das 24 parcerias que estavam concorrendo à premiação regional, 8 conquistaram o prêmio, sendo 4 por cada regional.

Saiba quais são.

Regional Belo Horizonte

Escola Municipal Desembargador Souza Lima – Ganhadora da premiação Regional de Belo Horizonte na categoria grande porte, a ação é resultado da parceria entre a Escola Municipal Desembargador Souza Lima e a organização Missão Ramacrisna, que acontece desde 1999.

Ao todo, a ação parceira atende 182 crianças de 6 a 13 anos da área rural da cidade mineira de Betim, cujos pais são empregados de propriedades rurais e vivem em situação de vulnerabilidade social.

O objetivo da ação é contribuir, por meio de atividades de arte, cultura, comunicação e tecnologia, para o desenvolvimento de diferentes habilidades e competências dos alunos. Assim, contribui para a melhoria da aprendizagem através de recursos lúdicos, tecnológicos, artísticos, culturais e esportivos, elevando a autoestima e a autonomia das crianças, além de favorecer o seu desenvolvimento integral.


Amosc (Associação dos moradores de Silva Campos) – Desenvolvendo suas atividades no município de Pompéu (MG), a ação vencedora da Regional Belo Horizonte na categoria médio porte é resultado da parceria entre a Associação dos Moradores de Silva Campos e a Escola Estadual Pedro Roberto de Menezes.

Por meio da parceria, 81 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos desenvolvem atividades de arte e cultura, esporte e meio ambiente, buscando fomentar seus direitos, a cidadania e a promoção social.


Polifonia: o direito à comunicação é universal – Conscientizar adolescentes e jovens sobre o direito à comunicação. Esse é o principal objetivo dessa ação, vencedora da Regional Belo Horizonte na categoria pequeno porte.

Atendendo 51 adolescentes e jovens de Mariana (MG), a ação é fruto da parceria entre o Coletivo Mídia, Identidade, Cultura e Arte (Mica) e a Escola Estadual de Ensino Médio de Cabanas.

Para alcançar seu objetivo, a ação desenvolve oficinas de direito à comunicação, leitura crítica de mídia, fotografia, audiovisual, redes sociais, pauta e entrevista, redação, edição; rodas de conversa e debates, promovendo a participação de adolescentes e jovens em eventos culturais.


Academia de Letras Infantojuvenil em escola pública – Na categoria microporte, a parceria vencedora da Regional Belo Horizonte foi a Academia de Letras Infantojuvenil em escola pública.

Resultado da parceria entre a organização Academia Brasileira dos Autores Aldravianistas Infantojuvenil e a Escola Municipal Marphiza Magalhães Santos, a ação é desenvolvida na cidade de Santa Bárbara (MG).

O objetivo da parceria é impulsionar o intercâmbio entre autores consagrados, alunos e comunidade em eventos acadêmicos, literários e culturais promovidos pela Academia, além de auxiliar a escola, o educador, o aluno e a família no processo de incentivo à leitura, à criação literária e à sua respectiva divulgação em livros e mídias digitais.

Ao todo, 508 crianças e adolescentes fazem parte das atividades da parceria, que contemplam a visita de escritores à escola, oficinas de criação poética, a apresentação da produção literária em entidades acadêmicas e culturais, praças públicas, museu e escolas, a criação do espaço Aldraviteca, um ambiente de leitura e produção aberto à comunidade, entre outras ações.

Como resultado, houve o aumento da autoestima e do índice de leitura entre alunos e suas famílias, a elevação do rendimento escolar do aluno e o fortalecimento da identidade da escola, entre outros.


Vídeo: vencedoras da Regional Belo Horizonte – 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef

Para conhecer um pouco mais sobre as atividades e todos os atores envolvidos nas ações parceiras vencedoras da Regional Belo Horizonte, assista ao vídeo.

 


Regional Rio de Janeiro

A escola atravessada pelo território – Atendendo 594 crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos da capital fluminense, a ação parceira é a vencedora da Regional Rio de Janeiro na categoria grande porte.

A ação se deu na parceria entre a Associação Redes de Desenvolvimento da Maré e o Ciep Hélio Smidt, que há quase 20 anos atuam em conjunto na região da Maré. Seu principal objetivo é garantir as condições para a oferta de educação de qualidade, oferecendo atividades arte-educativas para crianças e adolescentes nos diferentes espaços da Redes da Maré com vistas à garantia do exercício do direito à educação e redução dos prejuízos decorrentes da oferta irregular do ensino formal, entre outras.

Com a parceria, o desempenho escolar dos alunos participantes do projeto apresentou melhora significativa. Além disso, vários dos que se beneficiaram dessas parcerias nesses anos chegaram à universidade, o que demonstra que o trabalho realizado contribui para aumentar o tempo de escolaridade entre os jovens da comunidade. 


Olho Vivo – Atendendo 54 crianças e adolescentes de Niterói (RJ), a ação parceira foi a vencedora da Regional Rio de Janeiro na categoria médio porte.

Com a parceria da Associação Experimental de Mídia Comunitária – Bem TV e da Escola Estadual Guilherme Briggs, a ação tem por objetivo ampliar as perspectivas de vida de adolescentes entre 14 e 18 anos, por meio de ações de formação e encaminhamento para o mundo do trabalho, na área de comunicação.

Como resultado em 2016, a parceria formou 130 crianças, adolescentes e jovens na área de audiovisual e desenvolvimento de aplicativos, sendo produzidos mais de 20 vídeos e 4 aplicativos mobiles, dos quais 2 vídeos abordaram a questão do Estatuto da Criança e do Adolescente, um sobre o Conselho Regional de Assistência Social e um aplicativo sobre o mapeamento escolar e outro de libras. 


Eu, Cidadão – Atuando na capital fluminense, a ação, fruto da parceria entre a Associação Casa Arte Vida Assistência Social e a Escola Municipal Emma D’Ávila de Camillis, conquistou o prêmio de vencedora da Regional Rio de Janeiro na categoria pequeno porte da 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef.

Por meio da parceria, 80 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos realizam atividades ligadas à educação e passeios culturais que garantam seu desenvolvimento integral, promovendo competências e habilidades cognitivas, interpessoais e intrapessoais, favorecendo seu protagonismo.


Gente é para Brilhar – Como resultado da parceria do Núcleo Especial de Atenção à Criança e do Ciep Anita Malfatti, a ação conquistou o prêmio de vencedora da Regional Rio de Janeiro na categoria microporte.

Como principal objetivo da parceria está a promoção da educação como principal estratégia para reverter o processo de exclusão, com ações culturais e educativas que permitam o efetivo alcance da cidadania a 90 crianças e adolescentes atendidos pelo projeto.

Atuando na cidade do Rio de Janeiro, a parceria entre a organização e a escola já completa 22 anos. Busca de forma conjunta olhar na mesma direção, com os mesmos objetivos de garantia de direitos, tentando, de todas as formas e vieses, fornecer a cada criança e adolescente o seu instrumental para que consiga avistar um futuro mais promissor. Para isso, oferece instrumentos que rompam com essa cadeia viciosa de pessoas marcadas pela exclusão e que levam à formação de outros excluídos.


Vídeo: vencedoras da Regional Rio de Janeiro – 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef

Para conhecer um pouco mais sobre as atividades e todos os atores envolvidos nas ações parceiras vencedoras da Regional Rio de Janeiro, assista ao vídeo a seguir.


Mais sobre a premiação

Com o mote Educação Integral: Parcerias em Construção, a 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef reconhece e estimula as parcerias entre Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e escolas públicas no desenvolvimento de ações socioeducativas que ampliem tempos, espaços e conteúdos de aprendizagem para crianças e adolescentes na faixa etária dos 6 aos 18 anos. Desde 1995, o Prêmio já recebeu mais de 17 mil inscrições, premiando iniciativas em 1.752 cidades.

Nesta fase, serão reconhecidas 4 parcerias por região, uma de cada porte orçamentário (micro, pequeno, médio e grande). Os projetos inscritos passaram por análise preliminar e foram divididos em 8 regionais: Belém (que inclui os estados da região Norte), Belo Horizonte (estado de Minas Gerais), Curitiba (estados do Sul), Goiânia (estados do Centro-Oeste e Distrito Federal), Recife (estados do Nordeste), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro e Espírito Santo), Ribeirão Preto (interior do estado de São Paulo) e São Paulo (região metropolitana e litoral de São Paulo).

Tagsbelo horizonte, educação integral, escola, OSC, parceria, premiação, rio de janeiro

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)