Prêmio Itaú-Unicef promove cinco Ações de Irradiação em setembro

De 12 a 24 de setembro, o Prêmio Itaú-Unicef promoveu cinco Ações de Irradiação e Mobilização que ocorreram em localidades de três regiões do Brasil. Foram contempladas as cidades de Recife (PE), Araçatuba (SP), Paranavaí (PR), São Luís (MA) e Petrópolis (RJ).

Recife recebeu o encontroIrradiação e mobilização de educação integral no dia 12 de setembro, na sede do Grupo AdoleScER – Saúde, Educação e Cidadania, no bairro de Santa Luzia.

O evento teve a participação das palestrantes e avaliadoras do Prêmio Itaú-Unicef Itanacy Ramos de Oliveira, Maria do Socorro de Araújo Gomes e Raquel de Aragão Uchoa Fernandes. Daniela Alves de Araújo, do AdoleScER, e Maria de Fátima Pontes, do Grande Circo Arraial, foram destaques, ao relatar os ganhos das organizações que participam do Prêmio.

Em 19 de setembro, foi a vez de Araçatuba, que recebeu a ação no campus da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp). Realizado pela própria Unesp e pela Associação Beneficente Batista João Arlindo, uma das finalistas do Prêmio Itaú-Unicef 2013 com o Projeto Caminhar, o encontro contou com a participação dos palestrantes José Gonçalves Nunes Júnior, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e membro dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Meio Ambiente (Comdema) de Serrana (SP); e Maria Helena Campomizzio Astolphi, especialista em Direito Educacional, pós-graduada em Gestão para o Sucesso Escolar e coordenadora pedagógica no Ensino Fundamental do Colégio Zeta/Sistema Objetivo em Birigui (SP). Astolphi é também avaliadora do Prêmio Itaú-Unicef desde 2009.

Com 79 participantes e palestras de Lucilene Cristiane dos Santos Diorio, avaliadora de Cambé (PR), e Nazira Arbache, responsável pela coordenação técnica do Prêmio Itaú-Unicef, o município de Paranavaí recebeu o Encontro de educação integral no dia 23 de setembro, das 8h às 11h30. O evento foi organizado pelo Centro de Atendimento Especial à Criança e ao Adolescente (Cecap), pela Secretaria de Educação e pela Secretaria de Assistência Social do município.

No mesmo dia 23, das 9h às 17h, São Luís recebeu sua Ação de Irradiação com o objetivo de “irradiar e mobilizar os diversos atores sociais para pensarem as alternativas de fomento para a educação integral”, no Centro Pedagógico Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com o apoio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas). Foram 54 participantes, que ouviram as palestras de Eliana Almeida, coordenadora de escritório do Unicef de São Luís e Manaus; e Luís Alfredo Lima, da Secretaria.

Em Petrópolis, a ação se deu no dia 24 de setembro, integrando o I Congresso de Educação Integral da cidade, que ocorreu entre os dias 23 e 26. Representando o Prêmio Itaú-Unicef e o Cenpec, Maria José Reginato conduziu a palestra Educação integral: a articulação de ONGs e escolas públicas.

Ações de Irradiação  Os encontros foram cinco das Ações de Irradiação e Mobilização do Prêmio Itaú-Unicef. Com o intuito de difundir e fortalecer a educação integral desenvolvida por organizações da sociedade civil em parceria com a escola pública, a iniciativa tem promovido, ao longo de 2014, encontros presenciais ou a distância, de acordo com o formato planejado pelos projetos locais e o Prêmio.

Importante

O Prêmio Itaú-Unicef possui uma Sala de Debates com o tema A garantia do direito à educação integral: papel de ONGs e escolas. Trata-se de um ambiente virtual que reúne profissionais de diversos lugares do País – de ONGs, escolas, universidades, gestão pública – interessados em discutir e aprofundar questões sobre o assunto.

Sobre o Prêmio Itaú-Unicef

Atualmente em sua 10ª edição, o Prêmio Itaú-Unicef identifica, reconhece e estimula o trabalho de organizações não governamentais (ONGs) que, em articulação com as políticas públicas de educação e de assistência social e em parceria com a escola pública, contribuem para a educação integral de crianças, adolescentes e jovens. Procura, assim, colaborar na mudança do cenário da educação brasileira, visando à maior qualidade e equidade das oportunidades educativas com foco na educação integral. O Prêmio é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)