Notícias - Vanessa Nicolav - Prêmio Itaú-Unicef

Rede de mobilização é nova estratégia lançada pelo Prêmio Itaú-Unicef

A ação é destinada ao reconhecimento de participantes que demonstrarem alta capacidade de mobilização de seus territórios e redes

A cada edição, novas metodologias de escuta, apoio e valorização de projetos que se dedicam à promoção de garantia de direitos de crianças, jovens e adolescentes, são criadas pelo Prêmio Itaú-Unicef, na perspectiva de aprimoramento de seus mecanismos e adequação às novas realidades e demandas dos territórios. Na edição deste ano, além do lançamento por meio de transmissão on-line e de uma nova categoria de participação, mais uma inovação é anunciada: a criação de rede de mobilização, que credenciará com selo oficial do Prêmio, atores sociais e instituições que mobilizarem ações em torno da causa da infância e da juventude em suas redes e territórios.

“A rede nasce como uma outra frente de atuação do Prêmio Itaú-Unicef. Nosso objetivo é criar um espaço comum de diálogo entre diversos atores sociais e institucionais e mobilizá-los em torno da causa da infância e da juventude com vistas a dar maior efetividade nas ações que desenvolvem nos territórios”, afirma Mariana Cetra, da equipe técnica do Cenpec, uma das instituições realizadoras do Prêmio.

Com o nome de Prêmio Itaú-Unicef em Rede, a nova estratégia funcionará a partir dessa quarta-feira, (16) de maio, em ambiente virtual – dentro da página do Facebook do Prêmio -, e visa ampliar ações voltadas à defesa dos direitos dos sujeitos com faixa etária entre 6 e 18 anos, além de fomentar o intercâmbio de experiências e informações, contribuir para o fortalecimento de laços de solidariedade e ser fonte de conhecimento e referência na temática da infância e juventude.

 

No ambiente, os participantes, – chamados de mobilizadores -, terão acesso à conteúdos como notícias, vídeos e oficinas que abordam a temática de mobilização e da ação em rede, e serão estimulados a interagir e realizar desafios para o recebimento do Selo Mobilizador do Prêmio Itaú-Unicef. O Selo tem como objetivo reconhecer e valorizar participantes que demonstrem alta capacidade de mobilização em seus territórios, e de redes de relacionamento, em torno da causa da infância e da juventude. Para recebê-lo, o participante deverá cumprir uma série de desafios que serão propostos de acordo com critérios específicos.

“Além de ser uma oportunidade de dar visibilidade aos trabalhos realizados, uma grande vantagem de participar é o intercâmbio que poderá acontecer entre os participantes, fortalecendo a causa e as ações de cada um. Esperamos que essas trocas, além do materiais que iremos disponibilizar, engajem os participantes e instiguem o debate nos ambientes virtuais e nos territórios”, explica Mariana Cetra.

Para participar não há critério de seleção, qualquer interessado em promover ações com as temáticas sugeridas pode ingressar no Prêmio Itaú-Unicef em Rede, e buscar o credenciamento do selo, seja antigo participante do Prêmio ou não.

Os desafios

Ao longo do ano, dinamizadores lançarão no ambiente virtual desafios que oferecerão subsídios à realização de atividades nos territórios e nas redes, além de estimular a demonstração de capacidade de mobilização dos participantes sobre os temas. Essas ações buscam o engajamento e qualificação dos mobilizadores. 

Serão ao todo três desafios que abordarão os temas território, redes e mobilização. Para comprovar o cumprimento de cada desafio, os participantes deverão realizar formações, apresentar relatos e compartilhar registros das atividades na rede. Cada desafio obedecerá a critérios e dinâmicas próprias. Ao fim das três etapas, o material comprobatório enviado será analisado pela equipe do Prêmio, levando em consideração não apenas o cumprimento de todas atividades propostas,  mas também nível de engajamento do participante. Outras  informações sobre o funcionamento e temáticas dos desafios serão divulgadas pelos dinamizadores ao longo do ano.


Quer conhecer mais sobre a importância das redes para a mobilização de ações educativas? Acesse a seleção de materiais que a plataforma Educação&Participação fez sobre o tema.

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)