Notícias - Vanessa Nicolav - Prêmio Itaú-Unicef

Redes virtuais, trocas reais: o avanço do Prêmio Itaú-Unicef Em Rede

Lançado em maio deste ano como nova estratégia de mobilização que utiliza o potencial de comunicação por meio de ambientes virtuais, o Prêmio Itaú-Unicef Em Rede vem, nos últimos meses, aproximando diferentes iniciativas que promovem a defesa do direito de crianças, adolescentes e jovens, estimulando a troca de informações, a articulação e a mobilização de ações territoriais.

A estratégia reforça o objetivo do Prêmio Itaú-Unicef de reconhecer projetos que promovam os direitos dessa faixa etária, ampliando dessa forma o reconhecimento de iniciativas individuais que na maioria das vezes são pouco visíveis, mas que podem ser centrais para articular redes. Além disso, busca aproximar novos sujeitos que tenham interesse em se engajar nos seus territórios e em se tornar mobilizadores credenciados pelo Prêmio.

Segundo Mariana Cetra, a aposta da Rede se dá no potencial da diversidade e na riqueza da troca livre e horizontal propiciada pelas redes. “Em todos esses anos de Prêmio Itaú-Unicef, o que mais salta aos olhos é a diversidade de projetos focados na garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens Brasil afora. Gostamos de chamá-los de pontos de luz que iluminam nosso país. Por meio desse ambiente virtual que criamos, encontramos uma possibilidade real de ligar esses pontos de luz, de abrir espaço para que compartilhem suas ações, dúvidas, anseios. A Rede, nesse sentido, é orgânica, livre, um espaço de escuta e, consequentemente, de diálogo.”

Atualmente a Rede conta com a participação de 421 membros que compartilham diariamente as ações que realizam em seus territórios. Desse total, 68% são mulheres e a faixa etária predominante é de 35 a 44 anos, tanto para homens como para mulheres. Usuários com idade entre 18 e 24 anos correspondem a 9% do total de participantes.

Apesar de quase todos os estados do país terem ao menos um representante na Rede, a concentração se dá nas capitais de estados da região Sudeste e Nordeste. São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Recife são as cidades com mais participantes. Municípios pequenos, como Major Salles, também marcam presença: esse município do Rio Grande do Norte conta com a participação de 10 membros.

Espaços virtuais, intercâmbios nacionais

Postagem sobre projeto de parceria entre Instituto Gonzaga Vieira, Colégio Marcelino Champagnat e SENAI.

Uma aposta nova do Prêmio – já avaliada como positiva pelos usuários – tem sido a apropriação de espaços on-line que estão disponíveis gratuitamente, com o objetivo de promover o intercâmbio de práticas educativas e de mobilização de redes.

Segundo Claudecir Almeida da Silva, diretor de Colégio Estadual Marcelino Champagnat, em Londrina, o espaço da Rede tem apresentado real oportunidade de troca de experiências entre participantes. “Mesmo que seja por postagem, temos ideia das produções e do trabalho de diversas OSCs e escolas para oportunizar a educação integral. Também podemos ver as potencialidades, as dificuldades e as adaptações encontradas para articulação de seus projetos. Percebi a preocupação dos colegas com o resgate social e cultural e com a formação como conhecimento para um sujeito integral.”

A oportunidade de aprender com outras pessoas e projetos também foi apontada por Rafael Oliveira, do Clube Literário Tamboril, realizado em Pirapora, MG. “Sempre buscamos fazer cursos, assistir a vídeos e ler materiais sobre os temas ligados às atividades socioeducativas, sobre projetos, editais. Mas, quando estamos conectados com as pessoas que vivenciam o dia a dia dos projetos, podemos aprender muito mais rápido sobre tudo isso”, afirma o educador.

Rafael também comenta que, além da integração no espaço virtual do grupo criado no Facebook, foi possível estabelecer contato com instituições especificamente de Minas Gerais: “Estamos planejando fazer visitas para intercâmbio de ideias, o que eu acho que pode contribuir muito para o nosso crescimento”.

“Os desafios são uma ótima oportunidade de refletirmos sobre a nossa prática”

 Outra dinâmica que integra a proposta da Rede é o lançamento periódico de desafios. Elaborados pela equipe técnica do Prêmio, esses desafios têm como objetivo subsidiar com conceitos e metodologias as discussões da Rede e estimular que novas práticas sejam realizadas pelos participantes nos territórios em que vivem. O primeiro desafio foi destinado à reflexão sobre território e sobre o perfil de um mobilizador. A partir dele, foram desenvolvidas atividades como compartilhamento sobre o perfil  dos participantes, as condições dos territórios em que atuam e os potenciais educativos que favorecem ações desenvolvidas com crianças, adolescentes e jovens, além da leitura de temática sobre o assunto e envio de um relatório final.

O segundo desafio apresentou uma seleção de metodologias de mobilização escolhidas pela equipe do Prêmio especialmente para os participantes da Rede e propôs o planejamento e a realização de ações mobilizadoras nos territórios. Para ser considerada como concluída, a última etapa do desafio envolve a realização da ação e posteriormente o envio de material sobre a atividade.

Imagem sobre o desafio de mapeamento do território realizado pelo Clube Literário Tamboril, em Pirapora, MG.

Um dos participantes que já promoveu a mobilização em seu território foi Rafael, do Clube Literário Tamboril. Ele utilizou a metodologia de cidades educadoras para fazer uma atividade de mapeamento dos espaços educativos no entorno da Escola Municipal Rui Barbosa. Sobre a atividade desenvolvida e o tipo de aprendizagem gerado por ela, Rafael diz que “os desafios são uma ótima oportunidade de refletirmos sobre a nossa prática. No segundo desafio, decidimos iniciar uma articulação com os espaços educativos da comunidade do entorno da escola parceira e as crianças foram fundamentais para isso, pois indicaram os locais que lhes chamavam a atenção (Correios, Fórum, Câmara de Vereadores, Mercado Central, rodoviária). Os desafios já contribuíram para fortalecer os vínculos entre a escola e a OSC e certamente serão o ponto de partida para mobilizarmos outras instituições para expandir os espaços educativos na comunidade”.

Novas ações e potenciais do Prêmio Itaú-Unicef Em Rede

A Rede virtual do Prêmio ainda lançará mais um desafio em 2018 e também compartilhará conteúdos audiovisuais para ampliar ainda mais a comunicação com os participantes.“No segundo semestre teremos a concretização das ações de mobilização propostas pelos participantes da Rede (desafio 2), lançaremos o terceiro desafio e também uma série de vídeos para ampliar as conversas e reflexões”, informa Mariana Cetra, da equipe técnica.

Os participantes que vêm construindo a Rede nos últimos três meses também apostam no futuro dessas trocas e já esboçam propostas de possíveis usos e apropriações  do ambiente virtual. “Penso que no futuro poderia ser uma super-rede de informações, como subsídio aos territórios, valorizando o ensino integral, com formação cidadã e conteúdos sobre educação, cultura, esportes, responsabilidade ambiental etc. Seria um espaço de preparo para projetos a serem articulados nessa super-rede do Prêmio”, afirma Claudecir.

Rafael, de Pirapora, concorda e também dá sugestões sobre possibilidades futuras da Rede: “A união de OSCs de defesa dos direitos de crianças e adolescentes de todo o país é uma oportunidade ímpar para ampliarmos os debates, compartilharmos metodologias, construirmos conhecimento. Espero que o grupo possa se tornar esse espaço de trocas. Como sugestão, digo que futuramente poderemos nos unir para produzir conteúdos (publicações digitais, blog, algo do tipo) falando sobre as metodologias e experiências de cada OSC”.

Selo Mobilizador

Os participantes da Rede que completarem todos os desafios receberão o Selo Mobilizador Prêmio Itaú-Unicef. O objetivo é reconhecer e valorizar os participantes que demonstrarem alta capacidade de mobilização em seus territórios e redes de relacionamento em torno da causa da infância e da juventude.

Saiba mais sobre o Prêmio Itaú-Unicef Em Rede:

 

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)