Região Norte já possui projetos vencedores da 10ª Edição do Prêmio Itaú-Unicef

Orquestra Violão Cristão, Escola de Cidadania, Pequenos Cidadãos da Floresta e Projeto Rádio pela Educação são os projetos premiados nas categorias micro, pequeno, médio e grande porte, respectivamente

ganhadores_belem_not

Depois da análise e avaliação de 105 projetos inscritos na Regional Belém, que contempla os Estados da região norte do País, a 10ª Edição do Prêmio Itaú-Unicef premiou nesta terça-feira (22) os vencedores dessa regional. São eles: Orquestra Violão Cristão,Escola de Cidadania, Pequenos Cidadãos da Floresta e ProjetoRádio pela Educação, das categorias micro, pequeno, médio e grande porte, respectivamente.

  Veja o álbum de fotos da premiação:

album_fotos (1)

 

Durante a cerimônia de premiação, que contou com a participação de representantes da Fundação Itaú Social, Unicef e Cenpec, houve a certificação dos 20 projetos semifinalistas da regional e suas respectivas escolas parceiras, no reconhecimento e valorização da ação conjunta Escola&ONG.

Veja abaixo um pouco mais sobre os projetos premiados:

Orquestra Violão Cristão – Fortalecer os vínculos familiares e sociais, por meio de ações socioeducativas, que promovam o diálogo e o respeito mútuo, desenvolvendo atividades que visam o respeito ao meio ambiente e a cultura. Esses são alguns dos objetivos do projeto vencedor pela categoria micro-porte da Regional Belém.

Para isso, o projeto realiza oficinas de violão, orquestra, teatro, artes plásticas, reciclagem e artesanato para 38 crianças e adolescentes de Belém (PA). A organização responsável é a Associação Cenáculo Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Anceps), que atua na região desde 1999.

Escola de Cidadania – Promover o exercício pleno da cidadania por meio da formação integral e permanente dos adolescentes enquanto sujeitos da história e na garantia dos direitos humanos. Esse é o principal objetivo do projeto vencedor na categoria pequeno-porte da regional.

Neste sentido são desenvolvidas as seguintes atividades: divulgação e mobilização da sociedade civil para as parcerias junto a secretarias municipais e escolas públicas; trabalhos de campo com palestras e formação ministrados pelos próprios educandos nas escolas municipais de Abaetetuba (PA); realização de seminários e debates acerca da efetivação dos direitos da infância e da adolescência.

O projeto é realizado pela Associação Obras Sociais da Diocese de Abaetetuba, que desde 1992 atua no município para transformar a situação da infância e adolescência a fim de promover a cidadania de forma integral.

Pequenos Cidadãos da Floresta – Criado em um contexto da crescente taxa de desigualdade social, em um elevado índice de e violência em Manaus (AM), o projeto vencedor regional da categoria médio-porte tem o objetivo de desenvolver ações socioeducativas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida das crianças e adolescentes.

Para isso, são oferecidas oficinas de educação em valores e cidadania, apoio escolar em língua portuguesa e matemática, artes, música- flauta, violão, fanfarra, xadrez, esporte e lazer, dança e inclusão digital.

A organização responsável pelo projeto é a Associação Missionária de Apoio e Resgate, que desde 2000 atua na região com ações socioeducativas.

Projeto Rádio pela Educação – Educomunicação é o caminho que o Projeto Rádio pela Educação escolheu para contribuir com a melhoria da qualidade da educação no ensino fundamental em municípios da Amazônia.

Por meio de do Programa de Rádio Para Ouvir e Aprender, o projeto desenvolve o senso crítico nas comunidades das escolares envolvidas, além de desenvolver oficinas de rádio e jornal para crianças e adolescentes. O programa é ouvido por mais de 11 mil educadores e educandos em escolas da região amazônica.

A Diocese de Santarém é a responsável pelo projeto e desde 1979 busca formar lideranças na região para a atuação em diversas áreas com atenção especial aos idosos, crianças, indígenas, trabalhadores rurais e negros.

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)