Notícias - Thais Iervolino - Prêmio Itaú-Unicef

São Paulo encerra etapa de premiações regionais da 11ª edição do Prêmio Itaú-Unicef

A regional que abarca projetos inscritos da região metropolitana e do litoral de São Paulo foi a última a divulgar seus projetos vencedores regionais. Saiba quais são

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) foi palco, ontem (21), da premiação dos projetos vencedores da Regional São Paulo nesta 11ª edição do Prêmio Itaú-Unicef. São eles: Matéria Rima, Projeto Fazendo Arte, Preservando a Vida e Entre o Sonho e a Realidade, respectivamente nas categorias micro, pequeno, médio e grande porte. Esta regional abrange os projetos da região metropolitana e do litoral de São Paulo.

A cerimônia de premiação marcou o encerramento da etapa de premiações regionais e contou com a presença de Angela Dannemann, superintendente adjunta da Fundação Itaú Social, Adriana Alvarenga, especialista em Comunicação do Unicef, e Anna Helena Altenfelder, superintendente do Cenpec, além dos parceiros e representantes de organizações e escolas que participam desta edição do Prêmio.

felipe_fazendoarte
Felipe, participante do Projeto Fazendo Arte, durante cerimônia de premiação. Foto: Thais Iervolino.

“Essa é a oitava regional que premiamos, e todas elas trazem uma emoção muito grande. É bonito ver essa parceria entre as escolas e organizações. Isso significa romper preconceitos e posições que estão muito enraizadas no cenário da educação, e estamos caminhando para realmente fazer um trabalho conjunto em benefício das crianças, dos adolescentes e dos jovens. Essa premiação é simbólica pela energia, pela vibração e porque nos faz ter esperança e acreditar que é possível haver uma educação de qualidade”, disse Anna Helena Altenfelder.

O encontro contou com a mobilização de crianças, adolescentes e jovens, que torciam por seus respectivos projetos. Felipe de Almeida era um deles. Antes de começar a premiação, ele e um grupo de adolescentes entrevistavam o público. Felipe conta que foi exatamente por causa da articulação entre escola e organização que ele começou a participar das atividades do Projeto Fazendo Arte, ganhador desta regional, resultado da parceria entre a Associação Olhos de Águia e a Escola Ivan Brasil. “Eu entrei no projeto pela escola, já que a organização dava cursos lá, e comecei a fazer oficinas de educomunicação. Já aprendi sobre edição, técnicas de entrevista e hoje também faço aulas de teatro”, explica.

Organização e escola pública

A parceria entre organizações da sociedade civil e escolas públicas é o foco do Prêmio, que nesta edição tem o mote Educação Integral: aprendizagem que transforma. Em uma ação inédita e comemorativa de seus 20 anos de história, nesta 11ª edição ele premia não apenas a organização como também a escola pública parceira.

“A educação integral não se faz sem parceria, então a organização sem a escola não poderia fazer muita coisa, e a escola também sabe que somos importantes para sua atuação. Ela é fundamental para que a gente consiga garantir o direito da criança e do adolescente”, declarou Valquíria Moraes, do Núcleo de Apoio ao Pequeno Cidadão, organização que junto com a Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Edson Danillo Dotto desenvolvem o projeto Preservando a Vida, um dos ganhadores desta regional.

 

> Conheça os projetos vencedores desta regional:

Microporte: Matéria Rima
Parceria: Associação Assistencial e Cultural Manos de Paz e Escola Municipal (EM) Sagrado Coração de Jesus
Informações: Voltado para o desenvolvimento integral de 64 crianças e adolescentes de 6 a 12 anos, o projeto oferece atividades de dança, rima e discotecagem, utilizando a cultura hip-hop como instrumento de socialização na formação de cidadãos críticos, participativos e integrais. Saiba mais sobre o projeto, clique aqui.

Clique na foto para acessar a galeria de imagens do projeto. Foto: Jonathas Magalhães Luiz da Silva
Clique na imagem para acessar a galeria do Matéria Rima no Flickr. Foto: Jonathas Magalhães Luiz da Silva.

 

Pequeno porte: Projeto Fazendo Arte
Parceria:
Associação Olhos de Águia e Escola Ivan Brasil
Informações: O projeto oferece oficinas de educomunicação, recreação, teatro e monitoria a 156 crianças e adolescentes de 6 a 18 anos e suas famílias. Desde 2008, a escola abre as portas para receber o projeto, numa gestão participativa, visando incentivar a convivência familiar e comunitária. Saiba mais sobre o projeto, clique aqui.

Clique na foto para acessar a galeria de imagens do projeto. Foto: Rita Tavares
Clique na imagem para acessar a galeria do Projeto Fazendo Arte no Flickr. Foto: Rita Tavares.

 

Médio porte: Preservando a Vida
Parceria:
Núcleo de Apoio ao Pequeno Cidadão e Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Edson Danillo Dotto
Informações: Ruas, praças, quadras e associações são espaços utilizados no desenvolvimento de atividades que colaboram para a vivência e a experiência educativa de 240 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. Saiba mais sobre o projeto, clique aqui.

Clique na foto para acessar a galeria de imagens do projeto. Foto: Cine Foto Rudge / Nilson Eiji Suguino

Clique na imagem para acessar a galeria do Preservando a Vida no Flickr. Foto: Cine Foto Rudge/Nilson Eiji Suguino.

 

Grande porte: Entre o Sonho e a Realidade
Parceria: Movimento Renovador Paulo VI e Escola Estadual (EE) Paschoal Carlos Magno
Informações:
Atividades complementares articuladas e planejadas com a escola são oferecidas a 280 crianças e adolescentes de 6 a 16 anos. As oficinas de violão, dança, judô, percussão, teatro, artes, orquestra, capoeira e informática contribuem para a autoestima, a autonomia, o respeito, a comunicação, entre outras habilidades. Saiba mais sobre o projeto, clique aqui.

Clique na foto para acessar a galeria de imagens do projeto. Foto: Hessel Produções / Mauricio Hessel da Silva

Clique na imagem para acessar a galeria do Entre o Sonho e a Realidade no Flickr. Foto: Hessel Produções/Mauricio Hessel da Silva.

Saiba quais foram os projetos vencedores das outras regionais: 


>>
 Regional Ribeirão Preto

>> Regional Belo Horizonte

>> Regional Recife

>> Regional Rio de Janeiro

>> Regional Curitiba

>>
Regional Goiânia

>>
Regional Belém

 

Trajetória de seleção

Após o término da análise preliminar, quando se verifica a compatibilidade dos projetos inscritos com o regulamento do Prêmio, e da divisão por regional e por porte, cada projeto classificado foi analisado documentalmente em relação ao seu conteúdo por mais de um avaliador da Comissão de Seleção Regional, que definiu os 20 projetos semifinalistas.

Após essa seleção, todos os projetos semifinalistas passaram por uma avaliação dos Comitês Técnicos Regionais, que indicaram quais seriam os projetos vencedores regionais. Antes da premiação, porém, todos os projetos indicados receberam uma visita técnica com o objetivo de aprofundar a análise documental realizada até então e confirmar a indicação.

 

Premiação

Cada uma das organizações da sociedade civil (OSCs) e das escolas públicas parceiras responsáveis pelos quatro projetos vencedores desta regional receberá, como prêmio, o valor de R$ 25 mil. No caso das OSCs, o prêmio em dinheiro deverá ser destinado exclusivamente para a manutenção ou a ampliação do projeto, e, no caso das escolas, para o fortalecimento e a ampliação das ações de educação integral.

> Leia aqui o regulamento do Prêmio;

> Consulte o cronograma das próximas ações desta edição. 

 

Sobre o Prêmio

Com o tema Educação integral: aprendizagem que transforma, a 11ª edição do Prêmio Itaú-Unicef teve 1.947 projetos inscritos em todo o Brasil.

O Prêmio é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Foi criado em 1995 e, ao longo desses 20 anos, vem reconhecendo projetos socioeducativos que, articulados com escolas públicas, são voltados ao desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens.

 

Tagsescola, mobilizacao, organizações, parceria, premiação

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Antonio Carlos de Lima  em 
         Prêmio respondeu em