Essa ciranda é de todos nós: pela defesa do direito à proteção de crianças e adolescentes


Educação em direitos de crianças, adolescentes e jovens, através da formação artístico-cultural, promovendo a auto-organização para o fortalecimento da luta contra a violência institucional e a defesa de direitos de crianças e adolescentes. O projeto Essa ciranda é de todos nós é desenvolvido pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca), fundado em 1995 na cidade de Fortaleza (CE), pouco depois da promulgação do ECA,  por meio da articulação das OSCs que
atuavam junto a crianças e adolescentes em Fortaleza, tendo em vista a necessidade latente da existência de um centro de defesa de direitos humanos com enfoque nesse segmento social.

Nossa atuação vai na direção de fortalecer sociedade civil na defesa dos direitos infantojuvenis, através da articulação em rede para incidir junto ao Poder Público, instituições e órgãos responsáveis para a melhoria das políticas, serviços e procedimentos de defesa e promoção de direitos infantojuvenis. Nossa ação é fundamentada em princípios da convenção e do ECA como: Direito à Proteção; ao Desenvolvimento e Participação. Articulamos estratégias/metodologias da educação popular e arte-educação.

Nossa referência é a pedagogia de Paulo Freire, que compreende a formação com base na realidade e no contexto dos sujeitos envolvidos, tendo como premissa a educação libertadora e para a autonomia. É pensada, construída e protagonizada pelos adolescentes e jovens que compartilham entre si desigualdades sociais, horizontes limitados, perspectivas de vida fragilizadas, por não terem oportunidade e condições básicas para pensarem sobre si e os outros, seus direitos e deveres.

Conheça os outros projetos finalistas