Um pouco mais sobre a instituição


O ICA foi fundado em 1997, no município de Mogi Mirim, por Sofia Idalina Mantovani Mazon e sua filha Tarcísia Mônica Mazon Granucci, bem como por apoio de inúmeras pessoas da comunidade, para atender uma importante lacuna social: a falta de projetos complementares a educação formal para crianças acima de 10 anos de idade.


Inicialmente constituído o atendimento por voluntários e tendo como público crianças em situação de risco social, o ICA tinha como principal motivação e objetivo atender as necessidades mais urgentes, garantindo as crianças participantes condições mínimas de higiene, alimentação e desenvolvimento de valores humanos.


Pouco tempo depois, atividades lúdicas e artísticas como a música e o circo começaram a ser desenvolvidas, sinalizando serem importantes aliados no processo de desenvolvimento humano e social, uma vez que os participantes demonstravam grande capacidade criativa, maior sensibilidade e compreensão de mundo, além de demonstrarem maior felicidade em seu cotidiano, facilitando dessa forma a superação de dificuldades e elaboração de respostas no enfrentamento dos desafios existentes em seu contexto social e cultural. Consolidava, dessa forma, a arte educação como tecnologia social de transformação e desenvolvimento de competências humanas, sociais, artísticas e educacionais.


Em 2015, completando 18 anos de existência, o ICA vem solidificando uma nova etapa, com as mesmas motivações que o originaram. Esta fase caracteriza-se pela multiplicação e irradiação de sua metodologia, por meio da articulação com diferentes espaços da comunidade. Tecnologia social testada e reconhecida nacionalmente por importantes órgãos como UNICEF, Fundação Itaú Social, BrazilFoundation, entre outros.


A grande motivação e objetivo do ICA para os próximos anos é a de replicar sua atuação no município de Mogi Mirim, de modo a atender o máximo de crianças e adolescentes por meio da arte educação, aliado ao compromisso profissional da equipe de trabalho bem como da articulação família, escola e comunidade.


O principal desejo desta frente de trabalho é permitir que crianças e adolescentes sejam tocados pela arte e que, através dela, fomentem novos desafios pessoais, fortaleçam seus vínculos afetivos, desenvolvam sua consciência corporal, potencializem seu sucesso escolar e ressignifiquem seu aprendizado em um sistema de educação integral que articule teoria e prática de forma saudável, sensível e transformadora.


Para isso, a grande estratégia é consolidar um modelo de trabalho que permita ampliar a atuação local de forma a fortalecer a formação dos atores das politicas publicas locais que atuam na garantia de direitos e pleno desenvolvimento de crianças e adolescentes do município.



Projetos relacionados

  • 2011Prêmio Itaú-Unicef : Carpe Diem

  • Programas Relacionados

    Prêmio Itaú-Unicef

    Contato


    Clique aqui e veja
    outras instituições
    NOTA: o conteúdo desta página é de responsabilidade da instituição.


    Clique aqui e veja
    outras instituições