Salvador (BA) - Foto: André Urel/WikimediaEm 2013, a Secretaria Municipal de Educação de Salvador (SMED) iniciou a implementação do Programa Aluno Integral e ampliou a jornada escolar em 12 unidades educacionais que atendiam ensino fundamental nos anos iniciais e anos finais. Em 2014, solicitou a assessoria da Fundação Itaú Social e do Cenpec para a formação de professores, coordenadores pedagógicos e diretores de escolas, além da equipe técnica da CENAP. Os encontros de formação foram iniciados em julho e atuaram nas duas esferas: a rede de ensino e a própria SMED.

Em 2015, estão previstas a implementação das Diretrizes Curriculares para as escolas de educação integral, a ampliação do atendimento em mais 10 escolas da rede de ensino e a inauguração de dois Centros de Educação Integral (CEIs). Além disso, no município, já existem 164 escolas que participam do Programa Mais Educação.

Nesse contexto, a proposta da parceria é assessorar na qualificação de sua política de educação integral por meio da elaboração de documentos estruturantes da política educacional: o Plano de Ação, para implementação das Diretrizes da Política de Educação Integral; e o Plano de Gestão, referente à organização e funcionamento do Centro de Educação Integral (CEI), estimulando a participação ativa dos segmentos que atuam na educação do município, a partir dos seguintes objetivos:

 Prover a equipe da CENAP/SMED na elaboração de Plano de Gestão para os Centros de Educação Integral (CEIs), que articule aspectos concernentes à proposta pedagógica de educação integral do município à natureza deste equipamento;

 Coadjuvar a equipe da CENAP/SMED para elaboração de documento orientador da Política de Educação Integral do município, contendo as diretrizes educacionais para educação integral (E.I.), tendo como marcos: diagnóstico de todas as ações que envolvem a E.I. no município, definição de uma concepção de educação, de escola e de educação integral para definição dos eixos da Política de Educação Integral – e um Plano de Ação, que, concernente com tais eixos/diretrizes, materialize para a rede de ensino a política pública de educação integral, por meio das seguintes categorias: metas, objetivos, ações, estratégias e avaliação;

 Incentivar a construção coletiva de políticas públicas por meio da participação dos segmentos que atuam na educação do município;

 Disseminar e sistematizar experiências e aprendizagens sobre implementação de políticas públicas de educação integral para os municípios do entorno de Salvador;

 Incentivar o trabalho articulado das áreas/setores da SMED.

Iniciativa
Marca da Fundação Itaú Social
Coordenação Técnica
Marca da CENPEC