Currículo e conhecimento escolar na perspectiva da educação integral

Artigo escrito por Cláudia Galian, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (Feusp), e publicado no v. 6 da revista Cadernos Cenpec

Diante das muitas iniciativas em torno da educação integral, retomadas com vigor crescente desde o início dos anos 2000, este artigo pretende chamar a atenção para a relação dessas ações com o que se espera atualmente da escola no Brasil. Mais especificamente, debruça-se sobre o debate em torno do conhecimento considerado relevante para ser disponibilizado nessas propostas de educação integral.

Para isso, o texto está organizado da seguinte forma: inicialmente, serão feitos alguns apontamentos sobre diferentes concepções de currículo, a fim de delimitar o conceito com o qual se lidará na sequência. Feito isto, o conceito de currículo em processo será aprofundado, com destaque para as suas dimensões e os pontos sobre os quais a extensão da jornada escolar e a ampliação da oferta de conhecimentos, na educação integral, incidem mais diretamente.

Consideradas as dimensões do currículo, interessa ressaltar o processo de recontextualização do conhecimento especializado até a produção do conhecimento escolar, com destaque para o papel dos agentes envolvidos, em especial, os professores.

Pretende-se, também, explorar as discussões de Michael Young em torno da distinção entre currículo e pedagogia e, ainda, do que denomina conhecimento poderoso.

Por fim, alguns elementos serão trazidos para reflexão para embasar os debates sobre o significado curricular da ampliação da jornada diária de alunos e professores na escola.

O artigo foi publicado na revista Cadernos Cenpec, v. 6, n. 1, 2016, uma iniciativa da Coordenação de Pesquisas do Cenpec. Clique aqui para ler o texto na íntegra.

TagsConhecimento escolar, currículo, educação integral

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)