Educação Integral para garantir qualidade e equidade: como estamos nesse caminho?

Artigo escrito pela Fundação Itaú-Social

“Diante dos desafios a serem enfrentados no caminho para a qualidade e a equidade na Educação Pública brasileira, a ampliação da oferta de educação integral é uma resposta promissora”. É o que analisa a Fundação Itaú Social no artigo Educação Integral para garantir qualidade e equidade: como estamos nesse caminho?, publicado dia 21 de julho no Estado de S. Paulo.

De acordo com a instituição, para ampliar a oferta de educação integral é preciso repensar o financiamento da educação e articular programas da área a outras pastas como cultura, esporte, assistência social e saúde. “Essas medidas exigem a mobilização de recursos, planejamento e tempo para uma implementação de qualidade – por isso, embora o PNE vigore até 2024, é fundamental que as políticas sejam colocadas em execução o quanto antes”, diz.


Leia o artigo na íntegra


Vídeo – Veja também a entrevista com Angela Dannemann, da Fundação Itaú Social, sobre  as características de uma Educação Integral de qualidade:

 

Tagseducação integral, financiamento, Fundação Itaú Social, meta 6, PNE

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Antonio Roberto  em