Educação integral e juventudes: concepção de educação integral

Como construir uma educação integral para as juventudes? Juventudes assim mesmo, no plural, considerando que elas são diversas, complexas e que ser jovem se define pelas práticas e relações vividas nos mais diferentes espaços?

São questões dessa natureza que embasam esse vídeo de 3’25”, que compõe o Itinerário para as juventudes e a educação integral em Minas Gerais, publicação que oferece algumas trilhas de saberes e práticas para a educação integral de jovens, delineando a primeira parte de um itinerário para uma escola transformadora.

Autonomia, escuta e participação; diversidade, individualidades e direitos; diálogo entre as diferentes disciplinas e com a cidade e a comunidade. Esses são alguns dos pontos abordados nesse trabalho, que introduz educadores, gestores, grande público e os próprios jovens em conceitos fundamentais da educação integral ligados às realidades juvenis. Além disso, dá ao professor e à escola um papel essencial para uma proposta de pleno desenvolvimento dos educandos.

Assista ao vídeo na íntegra.

Saiba mais na Temática Itinerário para as juventudes e a educação integral em Minas Gerais, produzido pelo Programa Jovens Urbanos, iniciativa da Fundação Itaú Social com coordenação técnica do Cenpec, e que em Minas Gerais possui parceria com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais.

Tagsautonomia, cidade educadora, comunidade, diversidade, educação integral, jovem, jovens, Jovens Urbanos, juventudes, protagonismo juvenil, territorialidade, território

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)