Educação&Participação

Produção de estampa em tecido.

Início

  • O que éO que é

    Impressão de estampa em tecido, pelo uso da técnica de monotipia

  • PúblicoPúblico

    Adolescentes e jovens.

  • MateriaisMateriais

    Retalhos de tecido de algodão de 20 cm por 10 cm, tinta para tecidos de cores diferentes, pincéis e espátulas de sorvete, pranchas de vidro um pouco menores que o tamanho do tecido, tintas de diferentes cores à base de óleo, barbante e pregadores.

  • EspaçoEspaço

    Na sala de atividades.

  • DuraçãoDuração

    Dois encontros de aproximadamente 1h30min.

  • FinalidadeFinalidade

    Experimentar o fazer artístico, produzindo algo personalizado.

  • ExpectativaExpectativa

    Valorizar a produção artesanal; aprender a fazer objetos para o próprio uso ou para presentear.

Na prática

5727419756_25e8eb1b7f_m

1º encontro: Discutindo e organizando a proposta.

Aproveite uma data festiva como o dia dos namorados, das mães, dos pais, para discutir a prática de presentear, muito comum na sociedade de consumo em que vivemos. Questione: por que damos presentes? E por que nessas datas, particularmente? O que valorizamos dar ou receber como presentes? Será que precisamos demonstrar nosso afeto com objetos de marca, comprados em shoppings? Estimule a exposição dos pontos de vista e seu questionamento, sempre com base em argumentação e valores.

Depois de uma boa discussão, provoque: “que tal aprendermos a fazer algo, com nossas próprias mãos, para presentear pessoas que nos são queridas?”

Proponha que aprendam a fazer impressão em tecido, que poderá se transformar em enfeite para bolsa, almofada, camiseta, capa de livro ou o que mais a imaginação permitir. Explique que existe uma técnica bem fácil, chamada monotipia, que pode ser usada tranquilamente, sem maiores dificuldades. Mostre figuras de impressões com a técnica, em revistas, livros ou neste site.

Projete, a seguir, o vídeo abaixo ”Aula de um artesão” (4min36s), que orienta como fazer a monotipia:

Terminada a projeção, pergunte o que acharam da técnica em questão, se acharam simples ou difícil. Estimule-os a usá-la e comecem a planejar. Para isso irão precisar dos materiais indicados. Faça um levantamento com eles de como poderão conseguir esses materiais: com a gestão da instituição, com as famílias, com as lojas do entorno?

E se?

Se considerarem necessária ou importante a ajuda da comunidade para conseguir os materiais, redijam juntos uma carta de solicitação, em nome da turma, com o aval da equipe gestora.

Formem uma comissão para falar com a equipe gestora e uma para percorrer algumas lojas próximas. Marquem uma data para terminar a arrecadação.

2º encontro: Com a mão na tinta.

Quando tiverem arrecadado material suficiente para todos, comece a oficina, retomando a projeção do vídeo para recordarem as etapas.

Para realizar a tarefa, oriente-os a formar grupos, a fim de se ajudarem, mesmo sendo uma atividade individual. Percorra os grupos e ajude-os também, dando ideias e esclarecendo dúvidas.

Lembre-os de que devem assinar suas produções, com o nome ou algum símbolo que os represente e dependurá-las num varal estendido na sala, quando estiverem prontas, para secar a tinta dos tecidos.
Hora de avaliar

Enquanto os tecidos secam, sugira que percorram o varal para olhar as produções dos colegas. Depois de algum tempo, forme uma roda para avaliarem a oficina.

Pergunte se gostaram de aprender a fazer a impressão no tecido e se gostaram do produto final. Ao olhar sua produção no varal, que sentimentos tiveram? Mudariam alguma coisa? O que pretendem fazer com o tecido estampado? Para quem pensam dar o objeto feito com a estampa?

Chame a atenção deles para a diversidade apresentada pelo grupo em relação aos temas, às cores, às formas, às diferentes concepções de estampa.

 

Para ampliar

O que mais pode ser feito?

Poderá ser organizada uma exposição aberta à comunidade, com os objetos que os adolescentes e jovens criaram, ou mesmo uma oficina coordenada por eles, que poderá ocorrer durante o período da exposição.

Para saber mais

A monotipia (mono – um; tipia – impressão) é uma técnica de impressão usada para produzir uma única cópia. Constitui um processo de transferência de uma superfície a outra que se situa entre a gravura, o desenho e a pintura.

É apropriada para o uso em oficinas com estudantes porque não exige materiais complexos, nem oferece riscos de segurança.

Pode ser produzida em superfícies lisas e impermeáveis, como vidro, radiografia, acetato ou fórmica, e para produzi-la basta que se pintem as imagens que se deseja sobre elas. Se a tinta for à base de óleo, pode-se realizar a tarefa com mais tranquilidade. Se for à base de água, é necessário correr contra o tempo, pois a tinta secará rapidamente, inviabilizando a impressão da estampa.

Há vários métodos de uso da monotipia:

  1. Aditivo – quando há acréscimo de camadas de tinta acumuladas a pincel;
  2. Subtrativo – quando há retirada da tinta espalhada, com os próprios dedos;
  3. Positivo – quando a impressão é feita com a superfície entintada uniformemente;
  4. Negativo – quando, após ter sido realizada uma impressão com o método positivo, imediatamente coloca-se uma outra folha de papel sobre a área entintada, fazendo-se pressão sobre as costas da folha. As linhas sairão mais claras ou brancas, ou seja, ao contrário da primeira.

Fontes de Referência

Goiás (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Reorientação curricular do 1º ao 9º ano: sequências didáticas: convite à ação – Artes Visuais. Imprimindo Vivências: uma experiência com a gravura em sala de aula. (Fernanda Moraes Assis, Rogéria Eller, Kátia Rodrigues). Goiânia: 2010. (Currículo em Debate, cad.6.2.1).

Site: Portal do Professor

Gostou?

Acesse também a oficina “Imprimindo vivências: gravuras“, deste banco.

Obs: Os links informados na oficina foram visitados em 07 de julho de 2015 às 10h35min.

Participe

Eu fiz assim…

Você já realizou esta oficina?
Nos comentários abaixo, conte para nós: o que deu certo? O que precisou ser modificado? O que foi ampliado? Ajude a plataforma a aprimorar o Banco de Oficinas!

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 1 comentário(s)

  •    Eberthcito  em