Educação&Participação

Brincadeira que exercita a atenção e a coordenação corporal, em sintonia com o movimento do outro.

Início

  • O que éO que é

    Brincadeira, em duplas e trios, que exercita a atenção e a coordenação corporal, em sintonia com o movimento do outro.

  • PúblicoPúblico

    Crianças e adolescentes .

  • MateriaisMateriais

    Balões de ar, aparelho de som, CD com música.

  • EspaçoEspaço

    Na quadra.

  • DuraçãoDuração

    Um encontro de aproximadamente 1h30 min.

  • FinalidadeFinalidade

    Perceber-se na interação com o outro, conjugando esforços na busca de objetivos comuns.

  • ExpectativaExpectativa

    Desenvolver a concentração, a coordenação motora e a habilidade de se movimentar com ritmo; cooperar com o(s) parceiro(s) na realização de tarefas comuns.

Na prática

Como desenvolver?

Enfeite a sala com balões de gás e coloque uma música no aparelho de som, de forma que, ao chegarem, as crianças e os adolescentes já entrem no clima do jogo, tocando as bexigas e jogando entre si.

E se?

Se os balões caírem, eles deverão ser recuperados e a dança retomada.

Faça uma pausa na música, forme uma roda e anuncie que a brincadeira do dia será com esses balões e com dança. Eles formarão duplas e cada dupla receberá um balão.  De mãos dadas, a dupla deverá dançar e, ao mesmo tempo, deverá manter o balão no ar, sem soltar as mãos. Dê comandos para que as duplas se sentem, girem em torno de si próprias, sem deixar os balões caírem.

De quando em quando, pare a música. A esse sinal, a dança também para, mas as duplas continuam jogando com os balões. Quando a música for retomada, eles trocarão de duplas. Continue a brincadeira até que todos os participantes tenham formado duplas com todos.

Faça um intervalo para descansarem e, em seguida, forme grupos para que criem outras alternativas para o jogo. Depois de aproximadamente 15 minutos, abra a roda para ouvir as propostas e discutam como realizá-las. Retome, então, a atividade e use todas as sugestões dadas por eles.

E se?

Se não conseguirem criar alternativas, retome a atividade propondo outras formações. Inicialmente, eles formarão trios, com três balões; de novo dançarão de mãos dadas e, a cada parada da música, seguindo suas instruções, vão se sentar, dar voltas em torno de si, sem deixar cair os balões. Depois de algum tempo, formarão quartetos, com quatro balões – e assim por diante, até formar uma grande roda, cheia de balões.


Hora de avaliar

Terminada a brincadeira, sentados no chão, eles conversarão sobre ela: Foi divertido? Deram muita risada? Em que situações? Os balões chegaram a cair? O que tiveram que fazer para que não caíssem? Houve momentos em que um ajudou o outro? Quando? Foi legal ajudar?

Para ampliar

O que mais pode ser feito?
Um convite para as outras turmas da escola/ONG entrarem na dança dos balões, no horário de descanso ou de recreio; nesse caso, alguns alunos mais velhos darão os comandos. Após a brincadeira, poderão montar esculturas com os balões coloridos, amarrados por barbante, para enfeitar os cantinhos da instituição.

Para saber mais

Os jogos cooperativos com música são muito adequados para as crianças, porque promovem a alegria e a aproximação entre os colegas. A música ajuda a descontrair, e os movimentos ritmados, ao som dela, desencadeiam situações engraçadas e muita risada. Ao mesmo tempo que se divertem, no entanto, as crianças estão desenvolvendo valores, normas de convivência e afetividade para com os colegas; o objetivo do jogo em si deixa de ser o mais importante, porque os parceiros passam a prestar atenção um no outro.

O jogo cooperativo implica a interdependência dos participantes que buscam, juntos, atingir determinados objetivos; esse processo permite-lhes vivenciar sentimentos de compartilhamento e colaboração, que são tão gratificantes quanto atingir o objetivo desejado.


Fonte de Referência

FORTIN, Christine. 100 jogos cooperativos: eu coopero, eu me divirto. São Paulo: Ground, 2011.

Gostou?

Então acesse a oficina “Brincadeiras cantadas”, deste banco.

 

Participe

Eu fiz assim…

Você já realizou esta oficina?
Nos comentários abaixo, conte para nós: o que deu certo? O que precisou ser modificado? O que foi ampliado? Ajude a plataforma a aprimorar o Banco de Oficinas!

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 4 comentário(s)

  •    Raquel  em 
         Educação&Participação respondeu em 
  •    Mariselma  em 
         Educação&Participação respondeu em 
  •    Marilene de Sousa  em 
         Educação&Participação respondeu em 
  •    Claudinéia  em