Educação&Participação

Jogo de futebol adaptado para muitos jogadores.

Início

  • O que éO que é

    Jogo de futebol adaptado para muitos jogadores.

  • PúblicoPúblico

    Crianças e adolescentes.

  • MateriaisMateriais

    Bola de futebol de salão, giz.

  • EspaçoEspaço

    Na quadra.

  • DuraçãoDuração

    Um encontro de aproximadamente 90min.

  • FinalidadeFinalidade

    Desenvolver a flexibilidade de raciocínio e a capacidade de adaptar-se a novas situações.

  • ExpectativaExpectativa

    Criar adaptações nos ambientes, para produzir inclusão.

Na prática

Como desenvolver 

Sentados em círculo, pergunte o que conhecem do futebol de salão, o futsal. Eles sabem que o futsal é uma adaptação do futebol tradicional? E que o jogo foi adaptado para se poder jogar em lugares menores, nas grandes cidades, quando elas começaram a perder as várzeas dos rios para as canalizações e construções?

E se?
Se eles não conhecerem bem o futsal, fale um  pouco sobre sua origem, história e regras. Clique aqui.

Se o futsal é uma adaptação, nós podemos  adaptar o futsal. Então, convide-os a vivenciar o “Gol Gigante”, um futebol de salão adaptado para permitir um maior número de participantes.

Divida a quadra em quatro partes. Forme duas equipes, cada uma subdividida em duas subequipes: uma de jogadores de campo e outra de goleiros:

campo

Os goleiros da equipe A e B ocupam a área demarcada para impedir a realização de gols da equipe adversária. Os jogadores de campo, como no futsal, tentam marcar gol na equipe adversária. A diferença do jogo tradicional é o tamanho do gol, que pega toda a extensão da quadra, e o número de goleiros, que equivale ao número de jogadores.

Quando um gol for marcado por uma das equipes, as duas devem inverter as posições dos subgrupos: os goleiros passarão a ser jogadores e os jogadores passarão a ser goleiros. Cada equipe joga 15 minutos em cada lado da quadra, com 10 minutos de intervalo.


Hora de avaliar

Após o jogo, sentados em roda, conversem sobre como foi vivenciar o futebol adaptado. Foi esquisito ter muitos goleiros ou foi divertido? E na hora de chutar a gol, foi mais fácil ou mais difícil? Gostaram de todos poderem participar? Peça para que, em duplas, atribuam uma nota de 0 a 10 à atividade e justifiquem.

Para ampliar

O que mais pode ser feito?

Seria interessante que fossem desafiados a fazer adaptações em outros jogos de futebol, como o futebol de praia e de botão, e em outras modalidades esportivas como vôlei, basquete, handball, queimada.

O grupo poderá convidar outras turmas da organização / escola para uma rodada só de jogos adaptados, inventados por eles, organizando um campeonato diferente, só de demonstração das invenções, as quais poderão ser registradas e virar um almanaque, com a ajuda de algum professor ou oficineiro.

Para saber mais

Geralmente atribui-se aos jogos esportivos um caráter rígido e imutável, como se sempre eles tivessem tido as mesmas regras e exigido os mesmos procedimentos dos participantes. No entanto, como qualquer produção humana, eles são passíveis de transformações e essas acontecem em função de necessidades emergentes em algum momento na sociedade, em função de fatores econômicos ou sociais.

Como uma das características mais acentuadas da sociedade contemporânea é a sucessão de mudanças, nos vários campos de atuação, é importante que crianças e adolescentes aprendam a ter flexibilidade para adaptar-se a situações inesperadas e inusitadas, assim como produzir transformações e adaptações compatíveis com as exigências presentes.

Além disso, felizmente, hoje em dia, alguns valores importantes para a humanidade como a diversidade, o respeito ao diferente e a inclusão tornam-se, gradativamente, consistentes, pela atuação de grupos militantes. Isso implica encontrar novas formas de convivência social, de forma que todos possam participar e ter acesso ao que a sociedade oferece.


Fonte de referência

HORA de se Mexer (Adriano Vieira, Ivone C. Almeida, Laércio M. Jorge). São Paulo: Cenpec; Febem-SP;  SEE-SP, 2002. (Educação e Cidadania, 3).

Gostou?

Veja também as oficinas “Espaço e Movimento” e “A nova regra do jogo”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Participe

Eu fiz assim…

Você já realizou esta oficina?
Nos comentários abaixo, conte para nós: o que deu certo? O que precisou ser modificado? O que foi ampliado? Ajude a plataforma a aprimorar o Banco de Oficinas!

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)