Educação&Participação

Apresentação da Agenda 2030 da ONU: 17 objetivos para transformar o mundo.

Início

  • O que éO que é

    Apresentação da Agenda 2030 da ONU: 17 objetivos para transformar o mundo.

  • PúblicoPúblico

    Adolescentes e jovens.

  • MateriaisMateriais

    folhas de jornais velhos, computadores para duplas, com acesso à internet, data show, revistas, jornais, tesouras, cola, lápis de cor, tinta guache e pincéis, folhas de papel pardo, durex.

  • EspaçoEspaço

    Na sala de atividades.

  • DuraçãoDuração

    Um encontro de 1h30 min.

  • FinalidadeFinalidade

    Conhecerem e divulgarem as propostas humanitárias e solidárias da ONU.

  • ExpectativaExpectativa

    Aprender que há soluções sustentáveis e solidárias para os problemas do ser humano na Terra.

Na prática

Comece propondo uma dinâmica para o grupo: “Ninguém para trás”. Eles irão caminhar pelo espaço da sala como quem caminha no campo e, com a ameaça de chuva, tempestade ou ataque de animais, deverão procurar alguns abrigos, que serão representados por folhas de jornal, dispostas no chão. Essas ameaças serão anunciadas por você.

Durante a dinâmica, algumas folhas serão retiradas, o que significa que, gradativamente, diminuirão os abrigos, mas ninguém poderá ficar desabrigado, senão a atividade não continua.

Portanto, chame a atenção deles para esse detalhe importante: todos deverão prestar atenção em todos, ajudando-se mutuamente. Ninguém poderá ficar para trás!

1. Coloque 10 folhas de jornal no chão (para um total de até 30 alunos).

Dê a ordem para caminharem, em silêncio, sem pisar nas folhas, que são os abrigos. Após alguns segundos, comece a falar:

Está armando um temporal, o céu está escurecendo muito, está ventando forte, começou a pingar, a pingar mais forte, a chover, uma “chuva” imensa e grossa. Vocês começaram a se molhar… Já estão totalmente molhados!

CORRAM PARA UM ABRIGO.

(Todos deverão procurar uma folha de jornal para se proteger da chuva e ajudar os colegas extraviados).

E se?

Se algumas folhas ficarem vazias e outras cheias, não tem problema. O importante é que todos estejam a salvo.


2.Recolha uma folha de jornal no chão. Ficarão 9 folhas.

Retome a dinâmica:

Passou a chuva. Devagar, vocês voltam a caminhar… Que bela floresta, não? Que sossego! Respirem, sintam o perfume das flores…

Opa, escutem!!!  Silêncio!

… Estão ouvindo um ruído? Parece um uivo de lobo… Melhor, é um uivo de lobo. Acho que um lobo feroz se aproxima… uuuuuuuu”.

BUSQUEM ABRIGO. RÁPIDO!

Observação: Todos têm que ficar a salvo, não importa a distribuição pelas folhas. E cabem todos nas folhas disponíveis. Veja quantas possibilidades: 6 folhas poderão abrigar, cada uma, 3 crianças, adolescentes ou jovens (6×3= 18). As 3 folhas restantes poderão abrigar 4 pessoas cada uma (3×4=12). Total: 18+12= 30. Ou, 5 folhas poderão abrigar 4 estudantes cada uma (6×4= 24) e 3 folhas poderão abrigar 2 cada uma (3×2=6). Total: 24+6= 30.


3. Recolha mais uma folha de jornal do chão. Ficarão 8 folhas.

Hum!… Parece que o lobo foi embora …

Fiquem tranquilos. Voltem a caminhar.

Quantas flores nesse pedaço da floresta, não? Margaridas, rosas, crisântemos…

Opa, o céu começou a relampejar. Muitos trovões. Aproxima-se uma tempestade…

BUSQUEM ABRIGO, VAMOS LOGO, RÁPIDO, ANTES QUE A TEMPESTADE CHEGUE…

Algumas possibilidades: 6 folhas poderão abrigar, cada uma, 4 pessoas (6×4= 24). As 2  folhas restantes poderão abrigar 3 pessoas (2×3= 6). Total: 24+6= 30. Ou,7 folhas poderão abrigar 4 pessoas (7×4= 28) cada uma e a folha que sobra, poderá abrigar 2 pessoas. Total: 28+2= 30 etc.


4. Recolha mais uma folha de jornal do chão. Ficarão 7 folhas. 

A tempestade foi embora…

Beleza! Está saindo o sol novamente, um calorzinho gostoso vem chegando. Os passarinhos estão deixando os seus refúgios nas árvores.

Vamos andar também. Bom espreguiçar com esse sol…Espreguiçando…

Passou uma abelhinha por aqui. Ops, passou outra. Será que tem alguma casa de abelhas por aqui? Outra… mais outra!

CORRAM, TEM UM ENXAME DE ABELHAS CHEGANDO AQUI…

Algumas possibilidades: 5 folhas poderão abrigar, cada uma, 4 pessoas (5×4= 20). As 2  folhas restantes poderão abrigar 5 pessoas cada (2×5= 10). Total: 20+10= 30. Ou, 5 folhas poderão abrigar 5 pessoas cada uma (5×5= 25). As outras duas poderão abrigar 3 e 2 respectivamente (5). Total: 25+3+2= 30 etc.

Aqui termina a dinâmica.

Forme uma roda e conversem sobre o que aconteceu: o que acharam? Como se sentiam quando a ameaça se aproximava? E quando percebiam alguém precisando de ajuda? Foi possível todos se abrigarem? O que foi necessário fazer para que todos se abrigassem? Nenhum ficou para trás? Ótimo!

Bom, então é sobre isso que irão conversar.

Escreva a sigla O. N. U.  com letras bem grandes, na lousa ou em cartaz.

O. N. U.

Pergunte se alguém sabe o que significa. Provavelmente alguns já ouviram essa sigla ser pronunciada em telejornais ou já leram notícias sobre ela na internet ou nos jornais, posicionando-se a respeito dos problemas do mundo. Peça para quem souber alguma coisa, socializar com o grupo.

Esclareça que ONU quer dizer Organização das Nações Unidas.

A Organização das Nações Unidas (ONU) é uma instituição internacional que foi fundada em 24 de outubro de 1945, após a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de evitar novos conflitos no mundo, manter a paz e a segurança, além de promover uma vida melhor para as pessoas, para o planeta, e garantir os direitos humanos. Quando iniciou, contava apenas com a participação de 51 países, hoje já são 193. Alguns poucos países não são membros, porque não são soberanos, isto é, não são independentes, são subordinados a outros.

A ONU tem sede na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, e tem representação no Brasil, desde 1947.

A ONU luta por um mundo mais sustentável, igualitário e pacífico, pela erradicação da pobreza e da fome, redução da desigualdade social e contenção da mudança global do clima, enfim, por um mundo melhor para todos. Gostariam de saber mais?

Projete para eles o vídeo da ONU: “Não deixar ninguém para trás”:

No contexto desta luta, em 2015, os 193 países membros da ONU, assinaram um documento, denominado Agenda 2030, que apresenta 17 grandes objetivos, que vão na direção dos princípios citados, com os quais se comprometeram.

Quais são esses objetivos?

Chame a atenção deles para os 17 selos que são expostos no vídeo e se referem aos objetivos da Agenda.

Projete também o site que mostra esses objetivos na forma de rap:

Em seguida, organize duplas e distribua entre elas os dezessete objetivos da Agenda 2030, especificados um a um, no site abaixo, de modo que cada dupla fique com dois ou três deles.

A tarefa será:

  • ler o que os objetivos querem atingir;
  • identificar quais são as metas esperadas em relação a eles;
  • assistir um ou dois vídeos (são bem rápidos), que cada um deles traz a respeito do assunto, como ilustração

Após 40 minutos aproximadamente, abra a roda para socializarem o que viram. Cada dupla falará dos objetivos, cuja leitura ficou sob sua responsabilidade, e dos vídeos que viram a respeito do assunto em questão.

Certamente eles devem ter ficado impactados com as informações e com os vídeos, pois tais questões raramente são veiculadas nos meios de comunicação e muito menos nos grupos sociais. Por isso, é importante que possam conversar com tranquilidade sobre o que descobriram e o que pensam a respeito dessas descobertas, além de fazer perguntas e esclarecer suas dúvidas.

Para finalizar, proponha às duplas que organizem um painel com figuras que representem o objetivo que mais os impactou na leitura. Disponha, para eles, as revistas, os jornais, as tesouras e as colas, os lápis de cor, a tinta guache e os pincéis. Afixe, na parede, algumas folhas de papel pardo, emendadas, para que montem o painel. Juntos, eles decidirão qual será o melhor lugar para expor o painel, na instituição.


Hora de Avaliar

Terminada a atividade, faça a avaliação da oficina. Peça a cada dupla que atribua uma nota de 0 a 10 para a oficina como um todo, justificando essa nota.

Peça que avaliem também a dinâmica de grupo utilizada: o que acharam da escolha dessa dinâmica?  E sobre a apresentação da ONU, o que aprenderam sobre ela? O que gostariam de saber sobre ela que não foi trabalhado na oficina? Bom anotar para uma atividade futura…

Para ampliar

O que mais pode ser feito?

Uma pesquisa mais aprofundada sobre o papel da ONU e/ou uma roda de conversa com professores de História e Geografia (da instituição ou de outra) para um debate sobre a ação de seus órgãos e de suas agências especializadas.

Para saber mais: 

A ONU (Organização das Nações Unidas) é uma organização internacional, constituída por governos da maioria dos países do mundo, que tem como objetivo principal criar e colocar em prática ações que promovam a paz e a segurança internacional, o desenvolvimento econômico, o respeito aos direitos humanos e o progresso social, a  proteção do meio ambiente e a ajuda humanitária em casos de fome, desastres naturais e conflitos armados.

Foi criada após a 2ª Guerra Mundial, em 1945, na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, com a finalidade de evitar novos conflitos entre os países.  A organização é financiada com contribuições voluntárias dos países-membros. O cargo mais alto ocupado na ONU é o de secretário-geral que, atualmente, é ocupado por António Guterres, político português, há algum tempo atuando na ONU.

São seis os principais órgãos que compõem as Nações Unidas:

·        Assembleia Geral (assembleia deliberativa principal);

.        Conselho de Segurança (para decidir determinadas resoluções de paz e segurança);

·        Conselho Econômico e Social (para auxiliar na promoção da cooperação econômica e social internacional e desenvolvimento);

·        Conselho de Direitos Humanos (para promover e fiscalizar a proteção dos direitos humanos e propor tratados internacionais sobre esse tema);

·        Secretariado (para fornecimento de estudos, informações e facilidades necessárias para a ONU);

·        Tribunal Internacional de Justiça (órgão judicial principal).

 

Há dois níveis básicos de decisões dentro da ONU: a Assembleia Geral e o Conselho de Segurança.

O primeiro, da Assembleia Geral, tem a participação de todos os membros, sendo as decisões tomadas com o aval da maioria, em pelo menos dois terços. O segundo é constituído por quinze membros, desses, cinco possuem atuação ininterrupta e dez participação rotativa. Os primeiros, que são os membros permanentes, detêm o poder de veto. São eles: Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França e China.

Foram criadas, junto à ONU, algumas agências internacionais especializadas, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF); a Organização Internacional do Trabalho (OIT – é a única agência das Nações Unidas que tem estrutura tripartite com representantes de governos, de organizações de empregadores e de trabalhadores); o Programa Alimentar Mundial (PAM); a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO); a Organização Mundial do Comércio (OMC); o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em setembro de 2000, refletindo e baseando-se na década das grandes conferências e encontros das Nações Unidas, os líderes mundiais se reuniram na sede das Nações Unidas, em Nova York, para adotar a Declaração do Milênio da ONU.

Com a Declaração, as Nações se comprometeram a uma nova parceria global para reduzir a pobreza extrema, em uma série de oito objetivos – com um prazo para o seu alcance em 2015 – que se tornaram conhecidos como os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM):

1.     Erradicar a pobreza e a fome.

2.     Atingir o ensino básico universal

3.     Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres

4.     Reduzir a mortalidade na infância

5.     Melhorar a saúde materna

6.     Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças

7.     Garantir a sustentabilidade ambiental

8.     Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

Os ODM foram muito importantes na promoção de políticas sociais, no mundo todo. Envolveu governos, acadêmicos, agências da ONU, a sociedade civil e o setor privado, a serviço de uma grande causa global, produzindo resultados em todo o mundo.

O Brasil é um dos países que mais avançaram no cumprimento das metas dos ODM. De acordo com o 5°Relatório de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), o Brasil reduziu a extrema pobreza de 25,5% em 1990 para 3,5% em 2012; houve redução da disparidade entre homens e mulheres no acesso à educação; a mortalidade infantil caiu de 53,7% para 17,7% em duas décadas; a taxa de detecção do HIV/AIDS se estabilizou nos últimos dez anos e o coeficiente de mortalidade pela doença diminuiu; também houve grande redução das taxas de desmatamento em todos os biomas nacionais, da Amazônia ao Pampa. Em relação ao ODM5: melhorar a saúde materna, embora o Brasil ainda não tenha alcançado a meta estipulada para a redução da mortalidade materna, o país reduziu em 55% a taxa de óbitos das gestantes.

Em 2015, prazo de sua vigência, os ODM deram origem a uma nova pauta para a ONU: os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, Agenda 2030. Veja mais no site da ONU, abaixo:

PENSE NISSO: objetivos do desenvolvimento sustentável


Gostou? Veja também as oficinas deste banco: “Minha cidade sustentável”, “Índice de Gini, o que é isso?”,“ Mudar o mundo é preciso”.


Fontes de Referência:

Sites:

Site oficial da ONU

Organização das Nações Unidas

– Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

– Conheça as 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Participe

Eu fiz assim…

Você já realizou esta oficina?
Nos comentários abaixo, conte para nós: o que deu certo? O que precisou ser modificado? O que foi ampliado? Ajude a plataforma a aprimorar o Banco de Oficinas!

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)