ONGs Participantes do Prêmio Itaú-Unicef

Oficina de contação de história.

Início

  • O que éO que é

    Contação de história, com desdobramentos de leitura, produção de textos e desenhos.

  • PúblicoPúblico

    Público Crianças de 7 a 11 anos.

  • MateriaisMateriais

    Livro "O menino maluquinho", computadores, papel sulfite e lápis, baú de adereços para teatro.

  • EspaçoEspaço

    Sala de aula, pátio, biblioteca e laboratório de informática.

  • DuraçãoDuração

    Quatro encontros de 1h cada.

Na prática

o_menino_maluquinho

Ações e Dinâmicas
O Menino Maluquinho é uma figura atemporal, criativa, de boa índole e muito vivo: o autor consegue atingir o universo infantil e das situações do cotidiano da criança de forma criativa e poética, o que propicia prazer ao ler.
A oficina é iniciada com apoio do professor, que, uma semana antes, anuncia que “dia X”, as crianças receberão a visita de uma pessoa muito especial – e faz todo um suspense sobre quem seria a pessoa.
Na data marcada, as crianças recebem a visita de um educador – no caso da Comunidade Espírita Cairbar Schutel, autora desta oficina, foi a psicopedagoga – trajado de Menino Maluquinho. O professor pergunta, então, se as crianças sabem quem é o personagem, seu nome, de onde veio, onde vive etc. Na sequência, o professor apresenta o livro O Menino Maluquinho, de Ziraldo, e começa a contação da história.
 É interessante haver caracterização da voz do personagem, o que deixa a história mais gostosa de ser ouvida.
Depois, há uma roda de conversa sobre o livro, e as crianças fazem registros, criam poesias, dão opiniões, criam outras histórias e produzem textos com base em trechos do livro.
O laboratório de informática pode ser usado para a exploração de imagens do menino Maluquinho em determinado momento.A oficina também pode dar outras possibilidades de invenção para o Menino – tudo devidamente combinado entre o professor e os alunos, que também fazem os acertos sobre uso da biblioteca, comportamento e objetivos da oficina.
No final das atividades, as crianças podem discutir situações sobre o comportamento do Menino Maluquinho e tirar suas próprias conclusões. No caso da Comunidade, muitas situações foram percebidas como positivas, e as conclusões foram engraçadas, mas pertinentes.
É interessante motivar as crianças a retirarem livros para ler em casa, para seus pais. Algo que não estava previsto na oficina, mas acabou acontecendo e enriquecendo a atividade foi as crianças terem podido brincar com as roupas de um baú, transformarem-se em Meninos Maluquinhos e encenarem histórias umas para as outras, o que foi realizado no pátio.
Participação das crianças e/ou adolescentes
As crianças participam ativamente do processo: cada etapa deve ser conduzida pelos próprios alunos, e o educador escolhido para representar o Menino Maluquinho também pode ajudar a organizar as regras e participar ativamente do processo.

Aprendizagens que esta oficina propicia às crianças e/ou adolescentes

Estimular a criança a desenvolver o hábito da leitura, ensiná-la a ouvir, reconhecer como se estruturam os livros (capítulos, paginação etc.) e localizar diferenças entre as linguagens oral e escrita, além de enriquecer o vocabulário, a oralidade e a socialização.

Organização autora da oficina
Oficina de leitura proposta pelo Projeto SOS Cidadania, da Comunidade Espírita Cairbar Schutel, de Matão (SP), inscrita na 10ª edição do Prêmio Itaú-Unicef.
Gostou?
Então, acesse a oficina “Criação de um personagem”, que realiza o exercício de se colocar no lugar do outro, e a oficina sobre o Menino Maluquinho da Fundação Gol de Letra.

Participe

Eu fiz assim…

Você já realizou esta oficina?
Nos comentários abaixo, conte para nós: o que deu certo? O que precisou ser modificado? O que foi ampliado? Ajude a plataforma a aprimorar o Banco de Oficinas!

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Total de 0 comentário(s)