ONGs Participantes do Prêmio Itaú-Unicef

Oficina de educação ambiental.

Início

  • O que éO que é

    Oficina de educação ambiental.

  • PúblicoPúblico

    Crianças e adolescentes.

  • EspaçoEspaço

    Sala pedagógica, horta ou jardim, pátio, quadra, sala de leitura e espaços abertos na comunidade ou bairro.

  • DuraçãoDuração

    Três meses, com três encontros mensais de 1h30min cada.

Na prática

educacao_ambiental_alvorada_300x260

Ações e Dinâmicas

O objetivo da oficina é desenvolver a percepção e conscientizar crianças e adolescentes sobre questões relacionadas ao meio ambiente e atitudes sustentáveis, além de gerar uma mudança de hábitos no território onde elas circulam.
Originalmente, por exemplo, a oficina ocorreu na comunidade do entorno da organização Alvorada Associação Amigos de Boa Vontade, em Ribeirão Preto (SP), principalmente na Favela do Trevo e na sede do projeto, na qual foram utilizados a sala pedagógica, a horta, o pátio, a quadra e a sala de leitura. A duração total é de três meses. Nesse período, realizam-se encontros mensais com as seguintes propostas:

Primeiro encontro

É realizado um levantamento dos pontos de maior acúmulo de sujeira, tanto da entidade como do território onde circulam as crianças e adolescentes. Para isso, faz-se um diagnóstico sobre o comportamento dos participantes na organização e na comunidade, com registro fotográfico desses locais.
Segundo encontro

Depois de realizado o diagnóstico de comportamento e o registro fotográfico da sujeira, as informações devem ser utilizadas em atividades de reflexão entre os participantes, que são chamados a debater o assunto, propor ideias de como combatê-lo e elaborar um plano de ação.
Nesse momento, ocorre também o estabelecimento de “combinados” entre a equipe da entidade e os participantes, para melhorar comportamentos e também a confecção e montagem de desenhos, ilustrações e cartazes sobre reciclagem e meio ambiente.
Finalmente, os participantes também aprendem a fazer brinquedos e produtos com materiais recicláveis, principalmente garrafas PET e recebem orientações de como realizar compostagem. Para essa etapa, originalmente, utilizaram-se o espaço da horta, da quadra e da sala pedagógica da Alvorada.
Terceiro encontro

No terceiro encontro, que pode ser realizado na sede da entidade, os participantes apresentam e avaliam os resultados e os trabalhos produzidos no encontro anterior.
Dentre os desenhos e ilustrações produzidos no segundo encontro, faz-se uma votação para escolher quais devem ser utilizados para produzir um folheto educativo sobre o tema Preservação do Meio Ambiente. Adicionalmente, também pode ocorrer uma peça de teatro, para aprofundar o assunto.
Na oficina original, essa apresentação foi elaborada por estudantes de Engenharia Ambiental, sobre o meio ambiente e como cuidar bem do mundo que vivemos.
Participação das crianças e/ou adolescentes

As crianças e os adolescentes participam ativamente em todas as etapas, desde o início da oficina. Eles ajudam a identificar os principais problemas, contribuem com ideias, fazem questionamentos e escolhem, por votação, os desenhos que vão compor o folheto de orientação final.
Durante a fase de “combinados”, do segundo encontro, eles também podem estabelecer regras quanto ao comportamento e atitudes das crianças e dos adolescentes que, assim, podem se comprometer a ter mais atenção e cuidado com os lixos gerados e descartados nos vários lugares em que convivem, evitando descartá-lo no chão, becos, terrenos baldios etc.

Aprendizagens que a oficina propicia às crianças e/ou adolescentes

Com a realização desta oficina, os participantes têm a oportunidade de observar com mais cuidado o território em que vivem.
Podem ainda se conscientizar da importância de se viver em um ambiente limpo, repensar suas atitudes, reutilizar os materiais, reduzir a quantidade de resíduos, reciclar o lixo e ainda se tornarem multiplicadores nos demais locais em que vivem ou circulam, a fim de buscar um mundo mais bonito e sustentável.

Organização autora da oficina

Oficina de educação ambiental proposta pela Alvorada Associação Amigos de Boa Vontade, de Ribeirão Preto (SP), inscrita na 10ª edição do Prêmio Itaú-Unicef.Gostou?
Então, acesse também a oficina “A comunidade que queremos”.

Participe

Eu fiz assim…

 

Nesse espaço você pode postar suas impressões sobre o desenvolvimento das oficinas, dizendo-nos o que deu certo, o que precisou ser modificado, o que deu errado. Com isso, você nos ajuda a aperfeiçoar o banco, além de contribuir com sugestões para outros possíveis usuários.

 

Você pode participar de diferentes formas:

Envie um relato sobre a experiência em realizar esta oficina.
Escreva um texto relatando como foi o resultado, incluindo, se possível, imagens e vídeos, e mande para o e-mail  oficina@educacaoeparticipacao.org.br. Nossa equipe vai analisar e seu relato pode ser publicado neste site.

Faça um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Total de 0 comentário(s)